Editorial de Oglobo é uma pérola a favor do que está aí

editorial

-A chapa Lula-Alckmin continua firme na liderança das pesquisas eleitorais, mas as dúvidas sobre o governo que resultará desse casamento improvável ainda despertam preocupação. Não há melhor evidência disso do que as novas “diretrizes” para o programa de governo apresentadas nesta semana. Diante da reação contra os absurdos da proposta anterior, os partidos da coligação (PT, PSB, PSOL, Rede, PCdoB, PV e Solidariedade) resolveram fazer uma revisão para tentar agradar a diferentes públicos. Houve avanços, é verdade, mas o resultado continua decepcionante.(OGlobo)

editorial

(…)

Vamos lá…

Editorial de OGlobo deste sábado ‘PT insiste em programa sem cabimento’ critica a chapa Lula-Alckmin não pela falta de profundidade do documento, que deveria constar um elenco de medidas capazes de retomar dignidade nacional da maioria de seus habitantes.

O jornal dos Marinhos ataca exatamente o pouco que há de bom nas diretrizes do programa e defende a manutenção das políticas de Paulo Guedes/Bolsonaro e as reformas que deram em nada iniciadas lá no golpista Temer.

Para O Globo, o único avanço no programa de Lula-Alckmin é a retirada do ponto em que no primeiro documento falava em anular a Reforma Trabalhista, que prejudicou assalariados e não gerou os milhões de empregos prometidos.

O Globo chama de ‘absurdo’ a disposição do programa em acabar – isso, sim, com o absurdo do Teto de Gastos (teto para saúde, educação, investimento e infraestrutura, mas nunca teto para pagamento dos agiotas financeiros que sugam os recursos do tesouro).

O texto segue ainda criticando a possibilidade do resgate do investimento público com vista à retomada da industrialização do país, destruída com a política entreguista-neoliberal adotada desde Temer e mantida por Bolsonaro/Guedes no seu mais alto patamar de traição aos interesses do Brasil.

Porém, o jornal Fluminense não cansa de insistir uma mentira, uma fake news…Diz que o programa de Lula-Alckmin defende a censura à imprensa pois lá consta a ‘regulamentação da mídia’, instrumento que existe nos EUA, Argentina, Reino Unido, França, Espanha…etc…

A regulamentação da mídia é uma necessidade histórica e urgente num país onde a imprensa é monopolizada por meia dúzia de famílias (inclusive nos Estados)…que não querem uma imprensa democrática, plural, com muito mais veículos participando do debate nacional….querem sempre, só elas e somente elas – a controlar e abocanhar os recursos destinados pelo orçamento federal.

Enfim, o editorial de OGlobo é um texto mais do mesmo…sem novidades…é a opinião de uma elite que não aceita nem sonhar com a possibilidade de uma sociedade menos desigual…porque imagina esse tipo de mundo somente para ela…para alguns de sua classe…e o restante que se conforme com o ‘destino’ escasso e cruel que a vida lhe reservou.

Editorial de OGlobo, aqui na íntegra

Em tempo: tomei a 4a dose da vacina anti-covid-19…antes 03 Pfizer e agora fechou com a Jansen…esqueci e tomei uma cerveja algumas horas depois e senti os efeitos à noite…mas nada demais, a doutora Deyse foi à sua farmácia particular e resolveu o problema…quem disse que vacina não combina com cerveja?

J R Braña B.

oestadoacre.com (inscreva-se no nosso canal..apenas um clique aqui)