Plano de metas: monitorando os índices de violência

A secretaria de Segurança Pública (Sesp) reúne com comandantes Militares, delegados de Polícia Civil e Analistas Criminais de todo o Estado, para avaliar o Plano de Metas, um programa concebido para  conter a criminalidade no Estado e que é compostos de três eixo:

seguranadsc03712Objetivos estratégicos: Reduzir os índices de Violência e Criminalidade no Estado do Acre e aumentar a sensação de segurança da população.

Metas e indicadores: Redução dos crimes contra o patrimônio e crimes violentos contra a vida.

Metas Operacionais: que é prevenção da Criminalidade com  repressão qualificada.

A reunião acontece no 1º piso do Palácio das Secretarias e deve se encerrar por volta de 18 horas.

Colheita de Resultados

Por meio de metodologias inovadoras e muito planejamento, a Sesp através da integração de todas as forças de segurança, alcançou até a presente data uma redução de 28% nos crimes de homicídios em comparação ao mesmo período do ano passado.

Em sua essência o Plano de Meta é composto de 32 ações cuja metodologia, para ser executada, é debatida exaustivamente entre os gestores das regionais e a direção de Planejamento Estratégico da Sesp. Através de uma avaliação mensal cada regional de segurança relata o que conseguiu realizar dentro do que estava previsto.

Numa análise mais crítica, relatam também que tipo de dificuldades e porque não foi possível a execução de todas as demandas.

União de Esforços

Para o secretário de Segurança Pública, Reni Graebner, o sistema integrado de todos os órgão de segurança tem conseguido excelentes resultados.  Uma ou outra regional tem encontrado mais ou menos dificuldades para realizar suas metas.

“O Governador tem sido sensível aos nossos apelos e tem nos ajudados bastante. Agora recentemente levamos ao seu conhecimento que algumas guarnições do interior estavam impossibilitadas de operar nos ramais devido as dificuldades de acesso. Ele  nos autorizou à alocação de seis viaturas adequadas as necessidades dessas regionais. E assim tem feito sempre que precisamos”.

O secretário lembra que o sucesso do plano de metas da Sesp é também o resultado do empenho de oficiais, delegados de polícia, agentes, escrivães e analistas criminais. “Não fosse essa união de todos, não conseguiríamos alcançar nossas metas”. A população é a grande beneficiada por essa integração.

Nosso objetivo é fechar o ano com a redução de 7% nos crimes de homicídios. Até hoje estamos com 28%. Temos a convicção que alcançaremos nos objetivos”, finalizou Graebner.