Presidente da Aleac ao ex-lutador Popó: ‘Não somos um povo desunido nem morto de fome’

Eu não discursaria hoje se não fosse para defender o povo acreano e um homem íntegro como nosso governador Tião Viana. Foi com essas palavras que  o presidente da Assembleia Legislativa, Elson Santiago (PP), iniciou seu pronunciamento na tribuna durante a sessão desta terça-feira, 3. Elson repudiou os comentários feitos pelo deputado federal e ex-lutador Acelino Popó Freitas, durante entrevista para um veículo de comunicação local.

capaDSC02055Em discurso o presidente tornou público o repúdio às manifestações desrespeitosas e de tom agressivo com que para ele o ídolo do esporte referiu-se, colocando em xeque a união do povo que lutou para ser brasileiro. Santiago disse ter ficado triste com os resultados da manifestação ocorrida na semana passada que para ele teve como pretexto arrecadar fundos para os desabrigados, intitulada como “Jogo da Solidariedade”. Para o presidente da Aleac o evento foi puramente político e perdeu o seu real propósito.

“Sabemos o que passamos com a enchente do Rio Acre, nós sabemos da união que houve da população para ajudar as famílias atingidas pela cheia, na verdade esse Jogo da Solidariedade não passou de algo politiqueiro, o que presenciamos foi um evento meramente político que acabou por perder o seu real propósito que era o da solidariedade e passou a ser uma forma politiqueira de denegrir a imagem do governo e do povo do Acre”.

Santiago repudiou comentários feitos pelo ex-lutador Popó durante entrevista para um programa televisivo. De acordo com o presidente, o deputado federal não ofendeu somente o governador Tião Viana, mas sim a população acreana. “Durante entrevista Popó deu a entender que somos um povo desunido e “morto de fome”. Ele havia chegado recentemente e não sabia das iniciativas adotadas pelo Governo do Estado, por nós da Assembleia Legislativa e, principalmente, da solidariedade do povo acreano que se uniu para ajudar os desabrigados. Ele simplesmente abriu sua boca, disse o que quis e claro, como não é dessa terra e não tem nada aqui que o interesse, foi embora. Só quero dizer ao Popó que nós sabemos o quanto o governador Tião Viana se esforçou para ajudar as famílias atingidas pela a enchente. Nós com muito esforço arrecadamos 32.381 sacolões, material de limpeza, mais de 2 mil colchões, nós sabemos da nossa luta e nos orgulhamos disso”.

O presidente Elson Santiago finalizou seu pronunciamento citando a célebre estrofe do Hino Acreano: “Mas se audaz estrangeiro algum dia, nossos brios de novo ofender, lutaremos com a mesma energia, sem recuar, sem cair, sem temer”. Viva o Povo do Acre.