Placar no TRE aumenta a favor de Mano (Julgamento é suspenso. Saiba quem votou)

Placar no TRE aumenta a favor de Mano (Julgamento é suspenso. Saiba quem votou)

5 x 0. O julgamento do processo do prefeito eleito – e diplomado – de Sena Madureira, Mano Rufino e mais quatro vereadores não teve um fim definitivo na sessão desta terça. Quando a votação começou e o resultado estava em 4 a 0 pró Mano e Vereadores, o juiz federal Regis Araújo pediu vista (para examinar o processo),  a juíza Alexandrina Melo também não votou e o presidente Pedro Ranzi encerrou a sessão com a votação incompleta. Nesta manhã, Alexandrina deu o seu voto acompanhando o relator e a vantagem pró Mano e os vereadores  aumentou.

odilardoO relator do processo, o juiz José Augusto Fontes, em síntese, declarou que as denuncias contra os acusados não ‘caracterizavam captação ilícita de votos’ e que a ‘soberania do voto é do eleitor’. O relator citou ainda a exagerada ‘judicialização da política’.

Com o julgamento suspenso, mas com o resultado amplamente favorável, Mano Rufino e os quatro vereadores acusados vão tomar posse normalmente no dia 1 de janeiro de 2013.

Quem votou

José Augusto Fonte (relator) – voto pela absolvição de Mano e vereadores
Glenn Kelson Castro
  – acompanhou relator
Júnior Alberto – acompanhou relator
Roberto Barros – acompanhou relator
Régis Araújo – pediu vistas do processo (vai declarar somente no dia 7 de janeiro quando acaba o recesso)
Alexandrina Melodeclarou voto na sessão desta manhã de quarta e acompanhou o relator
Pedro Ranzi.- presidente só vota em caso de empate

Placar atual: 5 x 0 em favor do recurso de Mano Rufino e os quatro vereadores de Sena.

Festa em Sena

Com o resultado entre os juízes do TRE partidários de Mano e dos vereadores arrolados no processo foram às ruas e começaram um carnaval no centro da cidade. Fogos e buzinaços tomaram conta das ruas.

Nota

O juiz federal Regis Araújo, que pediu vista ao processo, disse a seus pares no final da sessão que poderá proferir seu voto já na sessão desta quarta, às 8h. Na sessão desta quarta, 19, ele confirmou que dará o seu voto somente no próximo ano, no dia 7 de janeiro, quando os trabalhos retornarem.

Oposição presente

Vereadores de oposição (Wanderley Zaire, Zenil e Jossandro) acompanharam a sessão no TRE. Eles torciam, claro, para que o mandato de Mano e os vereadores fossem cassados.

Nilson Areal

A desembargadora Valdirene Cordeiro indeferiu recurso do prefeito Nilson Areal neste final de tarde. Com a decisão, o prefeito permanece afastado de suas funções na prefeitura. Jairo Cassiano, seu vice, é o prefeito atual.

Mais detalhes do julgamento na edição do SENA XXI, que circulará no final de semana.