Governador e prefeito anunciam que capital não terá Carnaval público

Governador e prefeito anunciam que capital não terá Carnaval público

Tião Viana ressaltou que esta é uma decisão  que ocorre em outras capitais da federação como noticiado neste sábado em jornais nacionais. O jornal Folha de S. Paulo, por exemplo, informa que as prefeituras de Florianópolis (SC), São Luís (MA), Petrópolis (RJ) e Diamantina (MG) decidiram cancelar seus carnavais de ruas como medida de contenção de gastos.

semcarnaval“Nosso papel é a responsabilidade em preservar recursos públicos para manter as obrigações diárias do governo e no caso dos municípios é assegurar aquilo que é essencial. Recursos para investimentos nós do governo vamos preservar, mas recursos para custeios de despesas diárias nós temos que racionalizar para não termos um ano de grandes dificuldades. Isso é uma decisão tomada pela prefeitura de São Paulo e o prefeito Marcus [Alexandre] decidiu tomar aqui também”, acrescentou Tião Viana.

Esforços garantidos para auxílios a comunidade

Marcus Alexandre explicou que todos os esforços da Prefeitura, neste momento, estão direcionados para a Operação Inverno, que visa o recolhimento de entulhos para evitar a proliferação do mosquito da dengue.

O prefeito lembrou que a operação iniciou na primeira semana de janeiro com equipes da Prefeitura e do Estado na ação que combate à dengue. De acordo com ele, até a tarde de sexta-feira, 18, foi registrada a retirada de quatro toneladas de entulhos em quase 20 bairros onde as equipes estão atuando.

“O esforço tem sido muito grande e o investimento da Prefeitura e do governo do Estado também. Estamos fazendo no inverno uma operação que geralmente se faz no verão. Esse inverno tem sido bem mais rigoroso porque começou mais cedo. Nós estamos desde outubro com uma carga enorme de chuvas e que tem causado problemas com entulhos nas vias. Isso causa uma despesa extra na manutenção da cidade. A prioridade é enfrentar o inverno. Toda contingência nós estamos fazendo”, completou Marcus Alexandre.

Marcus garantiu que os blocos, grupos ou outros interessados em promover festas no Carnaval terão total apoio das instituições públicas como, por exemplo, da Superintendência Regional de Trânsito (RBTrans), Polícia Militar, entre outras.