Imigrantes: depois do Acre gastar o que não tinha em ajuda gov federal assume abrigo

Imigrantes: depois do Acre gastar o que não tinha em ajuda gov federal assume abrigo

 

AgGov
Nayanne Santana

Governo federal assume gestão do abrigo de imigrantes em Rio Branco

Nos próximos dias, o governo federal estará assumindo um conjunto de ações para dar garantia ao processo de imigração.  Dentre elas, está a contratação de nove prestadores de serviços que irão trabalhar com o acolhimento, documentação, preenchimento de cadastros e organização das viagens dos imigrantes que chegam ao Brasil pelo Acre.

Segundo o secretário estadual de Justiça e Direitos Humanos, Nilson Mourão, esta é a inauguração de uma nova etapa na gestão do abrigo. “Teremos uma equipe de nove pessoas pagas pelo governo federal para trabalhar com a questão migratória”, explicou.

O processo de transição se dá nesta sexta-feira, 2, e sábado, 3, com capacitação para as pessoas que assumem o abrigo a partir da semana que vem. Temas como direitos humanos, imigração e diversidade religiosa serão trabalhados nesses dois dias.

A contratação dos profissionais faz parte do acordo firmado em convênio entre os governos federal e estadual. Num segundo momento já está prevista a contratação de assistentes sociais, psicólogos e tradutores. A última etapa será voltada para a manutenção e adequação das melhorias físicas do abrigo.

O convênio tem duração de um ano, podendo ser prorrogado por igual período ou enquanto houver necessidade.

“Depois de uma extensa agenda de negociação, o governo federal está, aos poucos, assumindo a administração plena do abrigo, o que nos deixa muito felizes”, frisou Mourão.

haitianos
Foto arquivo: odair leal