Único do Norte: Acre faz mais um transplante de fígado

AgGov:

transplante

Os serviços de transplantes no Estado têm alcançado bons resultados e ajudado muitas pessoas a retomarem suas vidas. No sábado, 5, mais uma captação de órgãos e um transplante de fígado foram realizados com sucesso no Hospital das Clínicas (HC) de Rio Branco, coordenados pelo médico Tércio Genzini.

De acordo com a coordenadora da Central de Transplantes, Regiane Ferrari, o Acre é o único Estado com o programa de transplante ativo da região Norte.

“O sucesso desse trabalho se deve ao empenho do governador Tião Viana, que não mede esforços para garantir saúde de qualidade para a população, e a dedicação de todos que atuam na realização desse serviço, desde o setor de captação de órgãos até a equipe médica, em especial ao doutor Tércio que tem demonstrado muito carinho pelos pacientes hepáticos do nosso estado”, ressaltou o secretário de Estado de Saúde, Gemil de Abreu Junior.

A doação foi realizada pela família de uma jovem de 37 anos, vítima de Acidente Vascular Cerebral (AVC). A doadora teve morte cerebral na noite desta sexta-feira, 4, na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb).

Com a decisão da família, três pessoas foram beneficiadas e sairão da fila de transplante. Uma paciente de cirrose hepática, de 36 anos, residente em Cruzeiro de Sul, recebeu o fígado. Já os dois rins foram doados a Central de Transplantes dos Estados de Rondônia e Brasília, por não haver receptor compatível no estado.

“Doar o órgão de um ente querido é um gesto de generosidade e amor ao próximo. Essa família decidiu transformar a dor da perda em oportunidade de vida para quem recebeu os novos órgãos. Três vidas foram salvas hoje, graças à atitude dessa família”, comemorou Regiane Ferrari.