Fazendas do Acre incluídas na lista de trabalho escravo

Arquivo: ministério do trabalho resgata trabalhadores no Acre em condições semelhantes às de trabalho escravo (foto: MPT/MTE 2003-2017)

Lista do Ministério do Trabalho (MT), atualizada sexta, 27, com os empregadores que tenham submetido trabalhadores a condições análogas às de escravo – inclui pelo menos duas fazendas localizadas em Rio Branco.

(Em 2015 uma conhecida empresa familiar de Rio Branco – que tem fazenda em Sena Madureira – foi condenada por trabalho escravo a pagar cerca de R$ 300 mil em multas, que foram convertidos em construção de um galpão para reciclar lixo plástico no município, que até hoje não foi construído.)

A lista do MT está disponível no site da instituição e contém mais de 100 empregadores, entre eles dois proprietários de fazendas no Acre.

No começo da semana a justiça do DF havia determinado ao ministério público a divulgação da lista sob pena de multa de R$ 10 mil ao dia.

Confira a lista completa aqui


Antes publicamos…: