Taboada: Minha Torcida pela Gleici no BBB

oestadoacre reproduz texto de Sérgio Taboada (ex-deputado), que o Acre conhece, sobre a Gleici…foi escrito ainda em fevereiro (dia 14), quando não se sabia ainda o que aconteceria no BBB…mas vale pelo conteúdo. A acreana está quase chegando lá… Tabu passou a grafar acriana, que eu me recuso…prefiro acreana… –
J R Braña B.

 

Minha Torcida pela Gleice no BBB

Sérgio Taboada, no FB

Eu não assisto o BBB, mas assisto o BBB, assim como não assisto novela, mas termino assistindo novela. Entenderam? rs Explico. Sou daqueles que vive com a televisão ligada na sala fazendo companhia. Aí, entre uma cena e outra, uma notícia e outra, o olhar flecha, os ouvidos escutam e a gente vai sendo fisgado. Nessa, assisti a novela “A Favorita.” O que me pegou? Aquele lindo tango eletrônico argentino, Pa’ Bailar do Bajofondo, que tocava na abertura da novela. Daí veio o interesse pela trama.

A minha casa é democrática. Convivemos pessoas de várias idades e gostos. Tem quem gosta de novela, tem que já acompanhou o BBB, tem quem não gosta, quem ama e quem não liga pra futebol e quem tá sempre ligado nos noticiários de todos os tipos. Aqui não tem patrulha ideológica nem cultural. Às vezes alguns debates sobre conteúdo e outras coisas. Por aí…

Nesse ambiente familiar cheio de amor, bom humor e respeito alguns andam meio ligados no BBB. Eu sou um deles. Nada de grande assiduidade, mas atentos. Como começou? Assim: “Lá vem esse BBB de novo.” “Programa ruim.” “Como é que é? Tem uma acriana nessa edição?” “humm…” Eu pensava: “tomara que seja uma pessoa interessante e que não envergonhe nosso estado.”

Agora está assim: ” A acriana tá no paredão?” “A Gleici tá se saindo bem?” “Tá meio quietinha, será que funciona? rss” “Acho uma tática boa não se expor muito no início.” Agora já tou torcendo por ela e sinto que por aqui também há mais torcida favorável… Fico feliz, enfim a gente que é do Acre sente orgulho de ser do Acre. E torce pelos acrianos que moram tão distantes dos grandes centros do país onde as oportunidades aparecem. Quem está perto dos centros culturais e industriais leva vantagem, sim.

Li por aí que a Gleici é feminista. Que ótimo. Tomara que consiga passar alguma mensagem sobre tema tão importante. Li também que é militante do PT e amiga do Lula. Não importa. Para quem se preocupa com isso, ela não terá o poder de parar a Lava Jato e nem eleger quem quer que seja. Portanto, para mim é Gleice na cabeça. Ou melhor: É acriana na cabeça!

Torço que ela se saia muito bem como mulher e acriana. Torço que ganhe os 1.500.000,00 e leve para o Acre e que lá pegue uma parte do dinheiro e faça algum empreendimento que gere renda e empregos para algumas dezenas de pessoas. Só não invista tudo. É sempre arriscado. Que guarde uma boa reserva. rs.

No mais, gente, vamos mobilizar nossa população aí do Acre e os acrianos que estão fora pelo país e vamos ganhar esse Big Brother Brasil. rsss Mal não vai fazer ao Acre e a nenhum acriano. E fiquem certos, que eu, Sérgio Taboada, ex-deputado que não quer mais saber de política institucional, que é compositor independente, não passo de uma pessoa que vive a vida como o povo vive. Sou corinthiano, assisto TV, programas populares, notícias, debates intelectuais e nisso tudo encontro muita coisa para reflexões importantes. Como diz a música do Biquini Cavadão, “eu sou do povo, eu sou um zé ninguém, aqui embaixo as leis são diferentes.”
Que Gleici seja campeã do BBB!


(Ouça a rádioweb oestadoacre…só clicar no play no começo da página….e pronto!)