Petecão na Aneel: senador quer solução para aumentos de energia

petecão energia #

GabParl

petecão

O coordenador da bancada do Acre, senador Sérgio Petecão (PSD), se reuniu nesta segunda-feira (11) com o diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), André Pepitone, para cobrar um posicionamento da estatal quanto ao elevado preço da conta de luz cobrada no estado do Acre. De acordo com o senador, é inexplicável que a população esteja sendo submetida a valores e taxas absurdas para terem acesso à energia elétrica. A reunião contou ainda com a presença de deputados federais, estaduais e vereadores acreanos.

Pepitone esclareceu sobre os motivos do alto custo da energia que envolvem uma série de fatores que vai desde a sazonalidade das chuvas à taxação de impostos estaduais e federais.

A explicação, no entanto, não convenceu os parlamentares, que solicitaram uma ação concreta da agência junto ao governo federal a fim de que a população tenha uma resposta urgente quanto à cobrança.

“Não estou pedindo privilégios, queremos apenas um tratamento diferenciado. Não adianta que os órgãos responsáveis nos apresentem gráficos e mais gráficos e, no final das contas, as pessoas continuem com o mesmo problema. Queremos uma solução”, questionou Petecão.

Pepitone garantiu que, no mês de novembro de 2019, haverá importante redução no valor da conta de energia elétrica, mas os parlamentares informaram que definições mais concretas e imediatas ainda precisam ser tomadas.

Dentro de trinta dias, a Aneel deverá apresentar à bancada acreana um plano de ação para a redução do valor da conta de luz.


Atenção: aos que desejam receber as publicações de oestadoacre.com se inscrevam no sininho ou enviem o numero do Zap para 68 9 9921 6315 que incluiremos na lista de leitores que receberão os posteres do blog…Obrigado


(Ajude a manter oestadoacre…a imprensa do Acre precisa de visões diferentes e na contramão da maioria…oestadoacre é informação e contrainformação…é também análise…precisamos da sua ajuda para seguir adiante…você pode contribuir a partir de R$ 5…manter um medio independente, livre, democrático, defensor dos DH, plural não é fácil…ajude a manter oestadoacreclique aqui)