Agenda da Oposição é não ter agenda nenhuma para o Acre!

oposição não agenda foto
foto-publicada-no-ac24horas

Os cardeais atuais da Oposição, MBittar e GladsonC, reuniram a imprensa para revelar que têm uma Agenda para o Estado do Acre.

A Agenda da Oposição é que não há Agenda nenhuma.

Leia aqui o que eles chamam de agenda:

1 – Falam em acabar com a aposentadoria dos ex-governadores (isso é uma promessa)
2 – Fundir secretarias (Onde esse tipo de medida pode ser considerada agenda?)
3 – Combate ao desperdício (Isso não é agenda, é obrigação de qualquer governante, dona de casa e empresário de boteco)

Pois, é.

Essas foram as ‘agendas’ propostas por  MBittar.

Mas tem a agenda do virtual candidato ao senado, o doutor GladsonC.

1 – Vamos conversar com as pessoas, taxistas, lojistas, feirantes, com todos nas cidades e na zona rural (conversar o quê, excelência?)
2 – Temos que olhar para os municípios, independente de cores partidárias e estabelecer parceria, buscando ainda junto ao governo federal a renegociação das dívidas das prefeituras e dos Estados (ora, o doutor já é deputado federal e deveria estar fazendo isso. Vai fazer só caso chegue ao senado?

Resumindo:

Foram essas as ‘novidades’ que a Oposição prometeu por em prática no Acre a partir de 1 de janeiro de 2015.

Esse é o problema.

Os partidos de Oposição não sabem o que fazer no governo.

Ficam no blá blá blá e ainda ganham destaque na mídia como se tivessem revelando algo extraordinário.

Não têm um projeto de desenvolvimento claro.

Nem escuro.

Falam o que dá na telha.

Não há planejamento.

Por isso não empolgam a população, que não os vê como solução para o futuro do Estado.

Olha o grande projeto da Oposição: acabar com a aposentadoria de ex-governador.

Quem deve gostar disso é o ex-governador FlavianoM, que vai apoiá-los.

A Oposição do Acre é rica (porque dominaram o Estado por décadas e fizeram fortunas).

Mas continua muito pobre.

Paupérrima de ideas.


Imagem da Sexta-feira

figado
imagem postada no twitter do gov tião

Momentos antes do primeiro transplante de fígado em um hospital do Acre (e da região Norte) o governador Tião Viana acompanha o médico responsável Tércio Genzini.

Independente do resultado, é um acontecimento histórico para o Estado do Acre.


Quem diz são os registros do Senado

votocontra petecao

O presidente da CCJ do Senado (Vital do Rêgo) é quem esclarece de uma vez por todas o voto contra do senador Petecão na agitada sessão que aprovou o parecer de Aníbal Diniz, que aprovou os 25 mil de indenização e pensão vitalícia para os soldados da borracha.

As notas taquigráficas não mentem.

Votaram contra a matéria que beneficia os Soldados da Borracha: os senadores  Sérgio Petecão (PSD), Ciro Nogueira (PP/PI), Francisco Dornelles (PP/RJ) e Aloysio Nunes (PSDB/SP).


GladsonC protegido

Na entrevista de GladsonC e o senador Petecão na TV Record, a tática ficou muito clara.

Petecão entrou nas polêmicas e o doutor ficava calado.

Só não tiveram mais foi a coragem de repetirem que o pai de GladsonC era soldado da borracha.


 Eles são rápidos

Bastou a deputada Perpétua conceder uma entrevista para a rádio de Sena Madureira falando da conquista dos Soldados da Borracha, que terão 25 mil de indenização e pensão vitalícia, que a Oposição mexeu meio mundo tentando confundir os ouvintes com outras lorotas.

O senador Petecão chegou a baixar o nível quando mencionou a deputada que ajudou de fato os Soldados da Borracha.

Perpétua merece respeito.

As notas taquigráficas não mentem (É só ver de novo.  A segunda nota acima desta)


Enfim…

perupetro
Na imagem, combustível do Peru sendo transportado para o Acre

Os processos de integração entre países são complicados.

Aqui no Acre ouvi muito, inclusive de formadores de opinião –  que a Rodovia do Pacífico não serviria para nada.

Nunca entenderam que integração leva tempo.

Idas e vindas.

Ainda não temos uma completa relação com os peruanos.

Estamos no começo ainda.

Mas já começamos.

E de um jeito dramático.

Com o Acre isolado e precisando de apoio para não comprometer o abastecimento alimentício – e de outros – para a população.

Depois dessa tormenta que ainda não cessou o Acre vai olhar para os vizinhos com olhos mais atentos.

E quem inventou essa história de importar alimentos do Peru para o Acre (no caso, o Juruá) foi o ex-presidente da Aleac, Edvaldo Magalhães.

Foi ele o primeiro a estimular os empresários cruzeirenses de que a ideia poderia ser a saída para a região.

Pela proximidade.

E pela lógica geográfica.

Hoje a realidade nos impôs.

Em tempo: que tal colocar na mesa para o debate a ferrovia Cruzeiro-Pucallpa?


Vídeo exclusivo

Jorge Viana revela segredo do Papa Francisco

[Papa Francisco entra na conversa de Jorge Viana]

O senador, durante lançamento de sua revista (Acreanidade),  noite de sexta, na Casa dos Povos da Floresta, disse que pediu ao Pontífice que anulasse as antigas medidas da Igreja que davam poderes celestiais aos Portugueses e Espanhóis de se apropriarem das riquezas que encontrassem nas Américas (Tudo em nome de Deus).

E o Papa, segundo JV, aceitou, mas pediu que mantivessem (o senador e Dom Moacyr) segredo.

O segredo foi revelado depois que quinta-feira o Jornal Nacional, da Globo, anunciou a canonização do Padre Anchieta.

só 2min42s

—————

Por hoje, FIM.