Arquivos mensais: junho 2014

500 casas e uma fábrica de Ração no Complexo do Peixe…o Acre anda para frente

cidade nova
Foto: Sérgio Vale

O bebê dormindo é o símbolo.

Do novo momento que famílias pobres de Rio Branco passam a experimentar.

Foi um domingo de ressaca pela vitória sofrida do Brasil sobre o Chile.

Nos pênaltis.

Mas até só as 9h.

Com a presença de um ministro do Governo Dilma, o governador Tião Viana e sua equipe entregaram na Cidade do Povo mais 509 casas.

Não são 59 casas…

São 509!

Que somadas às 392 já entregues somam 901.

São 901 famílias que deixam de viver (viver é bondade minha…) em áreas muito ruins da capital para começar uma nova vida em uma casa digna.

Bem, as fotos falam mais que 901 casas.

cidade do povo 2906.jpg1
cidade do povo nova 3
cidade do povo nova
cidade do povo nova 2
-É bom demais. A gente tá muito feliz. As crianças vão poder brincar, estudar, ter uma vida melhor. O governo tá dando pra gente essa felicidade, maior pra mim que tô ajudando a construir

Carlos Alberto Castro, contemplado junto com a família com a nova casa



Fábrica de ração (o Complexo do Peixe é o diamante do governo Tião Viana)

fab de ração inauguração
Foto: Gleilson Miranda

Na mesma manhã de domingo mais um investimento de vários milhões foi entregue no Complexo do Peixe.

A Fábrica de Ração.

A mais moderna do Acre?

A mais moderna da Amazônia…

Do Brasil…

O Complexo do Peixe é o diamante do Governo do Acre (texto com informações oficiais mais abaixo)

Do governo Tião Viana.

É a primeira vez na história do Acre que a Secretaria de Indústria do Estado justifica a sua existência.

E o secretário Edvaldo Magalhães não decepcionou a confiança do governador Tião Viana.

No vídeo Edvaldo Explica a Fábrica de Ração.

Também dois piscicultores falam deste novo momento da produção de peixe no Acre

Vídeos:



Complexo da Piscicultura do Acre (a Fábrica de Ração)

fab ração
Fotos: Gleilson Miranda

Autor – Jaqueline Teles para a coluna

O Governo Federal e o Governo do Acre inaugurou no domingo, 29, mais uma indústria do Complexo Industrial da Piscicultura, a Fábrica de Ração de Peixes.

A mais  moderna do país também é a primeira fábrica no Brasil especializada em ração para peixes carnívoros. Este empreendimento está orçado em R$ 20 milhões, tem capacidade de produzir 40 mil toneladas de ração/ano, de alta qualidade e de elevado teor proteico.

Também compõe o Complexo de Piscicultura mais duas indústrias: um Centro Tecnológico de Criação de Alevinos, já inaugurado, e um Frigorifico, com previsão de inauguração para os próximos dias.

O Centro de Alevinagem tem capacidade de produzir ate 20 milhões de alevinos por ano, e utilizar conhecimento de ponta, no que se refere às técnicas de reprodução de espécies de alto valor econômico, como o Pirarucu e o Pintado.

Já o Frigorifico projetado em conformidade aos padrões internacionais de exigências sanitárias, tem capacidade de industrializar 20 mil toneladas de pescado por ano e empregar cerca de 300 pessoas. Esta indústria possui capacidade de beneficiar todo o peixe produzido no Acre e de estados vizinhos.

Para que estes empreendimentos se tornassem realidade foi necessária à união e o investimentos de vários atores, que apostaram e acreditaram no potencial do Acre para a piscicultura.

O Governo do Estado por meio do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) investiu R$ 17 milhões, mais R$12 milhões de recursos próprios.  A Peixes da Amazônia, responsável pela gestão do Complexo de Piscicultura, financiou junto ao Banco da Amazônia R$20 milhões.

O Complexo Industrial da Piscicultura tambem recebeu investimentos de R$ 20 milhões de um Fundo de Investimentos e Participações (FIP) e de um grupo de investidores privados, que juntos investiram mais R$ 10 milhões.

Foi o esforço e a aposta desses que unidos investiram R$ 74 milhões no mais completo projeto de piscicultura do país, sendo o hoje projeto referência do Ministério da Pesca para os demais estados brasileiros.

fab ração2



Copa 2014

O Brasil jogou melhor e continua favorito

blac

 

Autor – PHA

O Brasil jogou melhor contra o México e contra o Chile.

O Chile virou o fio e desde o segundo tempo jogou para os pênaltis.

O gol do Chile foi uma bobagem.

O gol do Hulk foi legitímo.

Trave é trave. Trave não é gol.

A defesa do Brasil é muito boa.

A começar pelo goleiro.

O ataque não pode fazer milagre, porque há décadas os brasileiros – e  os adversários – sabem que o Brasil não tem meio de campo.

Não tem Didi, não tem Rivelino.

Vai fazer o quê?

Cortar os pulsos?

O time brasileiro tomou um choque quando levou o gol e a torcida se calou.

A do Chile fazia mais barulho !

Clique aqui para ler “não teve geraldino no Mineirão”.

Tem o problema do Neymar.

Neymar é de decisão ?

Neymar ficou prejudicado irremediavelmente quando levou a falta no primeiro tempo, ou sumiu do jogo?

Como dizia Hedyl Valle Jr, o melhor jornalista esportivo do Brasil, jogador de futebol tem que ser maluco ou bandido.

Garrincha era maluco.

Pelé, bandido (quebrou uns cinco).

Neymar se incluiu em que categoria?

Ou será apenas mais um rostinho bonito da Globo?

O Brasil era e é o favorito.

Acontece que o “colonista (*) esportivo”, que no Brasil é “analista de tabela”, tem mais opinião que informação – praga que atingiu mortalmente os “colonistas do PiG” (**).

Como houve a Copa – o que, por si só, já desmoraliza metade dos “colonistas esportivos” – a missão deles, agora, é “não vai ter seleção brasileira”.

(Parece que eles querem, mesmo, é tomar o lugar do Casa Grande…)

Ah, o Felipão é retrógrado!

E o argentino do Chile, um jenio!

Você já tinha ouvido falar nele, antes, amigo navegante, esse jenio?

O argentino da Colômbia outro!

E desse, o amigo navegante já tinha ouvido falar, esse “revolucionário”?

Quer comparar o curriculo do Felipão com o desses dos neo-jenios?

(A até segunda ordem, esse Quadrado é um Ronaldinho Gaúcho – um presepeiro.)

O Chile era o melhor futebol do mundo, até sumir no segundo tempo e jogar para os pênaltis.

Hoje, o melhor futebol do mundo é a Colômbia!

(Que, aliás, só pegou têta, até o Uruguai).

O Brasil é o que é.

Não é o Brasil de 58 ou 70.

Mas, ninguém foi o de 58 e 70.

E a Copa dos Estados Unidos?

Era um Brasil de Pelés?

Portanto, assim como o pênalti do Fred não foi pênalti e o gol do Hulk não foi gol e a Colômbia é o escrete húngaro do Armando Nogueira – gozava o Nelson Rodrigues … -, só fazendo como aquele jenial comentarista de uma rede americana de televisão por assinatura: o Chile não ganhou o jogo, não ganhou a classificação e teve uma “vitória moral”.

Como a do Brasil na Copa da Argentina…

O Brasil foi invadido por uma matilha de vira-latas.

[Paulo Henrique Amorim – conversa afiada]


 

Frase do Presidente do Uruguai, Pep Mujica, sobre a Fifa, que puniu com 12 jogos oficiais o jogador Luizito Soares

-São um bando de velhos filhos da p…


Por hoje, FIM