Água mole em pedra dura…: Fábrica em artigos plásticos será a primeira da ZPE

Água mole em pedra dura…: Fábrica em artigos plásticos será a primeira da ZPE

Foi definida no final da tarde desta quarta-feira, 12, em Brasília, a instalação da primeira indústria para a Zona de Processamento de Exportação do Acre (ZPE). A decisão foi tomada durante uma reunião do Conselho Nacional das Zonas de Processamento de Exportação (CZPE), com a presença do ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, que preside o CZPE; da ministra Chefe da Casa Civil; ministro de Estado da Fazenda, Guido Mantega, do Planejamento, Orçamento e Gestão; ministro de Estado do Meio Ambiente e o Ministro de Estado da Integração Nacional.

edvaldo_sec_ind_comA decisão definiu não só a instalação da primeira indústria na ZPE do Acre, mas a primeira indústria a ser instalada em uma Zona de Processamento de Exportação no Brasil. Entusiasmado com a notícia o secretário de Desenvolvimento da Indústria, do Comércio e dos Serviços Sustentáveis (Sedens), Edvaldo Magalhães disse, que “agora verdadeiramente a ZPE do Acre entra na fase de realização. A garantia do primeiro projeto é a segurança de que outros virão”, comemorou.

O governador Tião Viana também comentou a notícia. “Secretário Edvaldo Magalhães, alegre com a notícia de já poder iniciar o ‘canteiro de obras’ na primeira indústria da ZPE do Acre”. A primeira empresa instalada na ZPE/Acre será a Amazon Polímeros Indústria, Comércio, Importação e Exportação Ltda. Especializada em fabricação de artigos plásticos pelo sistema de rotomoldagem, produtora de compostos de polietileno linear e policloreto de vinila não plastificado.

Objetivo principal da empresa é comercializar com o mercado externo, iniciando com os países como: Argentina, Bolivia, Chile, Peru e Estados Unidos, usando como principal via de escoamento a rodovia Transoceânica.

A instalação desta empresa vai gerar no primeiro ano de funcionamento 31 postos de trabalho direto e, a partir do segundo ano, 46 empregos diretos. Deverá, também, contribuir indiretamente para o fortalecimento de empresas e ou abertura de novos negócios, como: Transporte de mercadorias e insumos; negócios financeiros (financiamentos e adiantamentos de câmbio, etc); serviços de manutenção de máquinas e equipamentos; fornecimento de refeições e lanches; abertura de canal comercial com os países como Chile, Peru, Bolívia, Colômbia, Equador e Argentina.

Nesta sexta-feira, 14, já será publicada no Diário Oficial da União a decisão do CZPE.


Join the Conversation