Tião Viana no meio da roda tucana (Lamentável uma TV pública agir de forma tão improvisada)

tv cultura
reproduçãodetv:colunadobrana

O programa ‘Roda Viva’, da TV Cultura de São Paulo não é mais o mesmo.

Hoje, tornou-se um programa eleitoral permanente do PSDB para atacar o governo do PT e o ex-presidente Lula.

A entrevista concedida pelo governador do Acre na noite de segunda-feira foi um exemplo de como um programa que antes era respeitado virou uma peça de propaganda dos tucanos em São Paulo e no Brasil.

A começar pelo apresentador do programa (que ontem até se conteve mais em seus arroubos antipetista, não sem dar várias estocadas em Lula).

Augusto Nunes é um velho conhecido jornalista de direita do Brasil.

Seus  textos na revista Veja (a chefe do PIG) são carregados de sangue e ódio contra o PT, Lula e a presidenta Dilma.

E toda a esquerda.

Mas o ‘Roda Viva Tucano’ se deu mal na noite de ontem.

Porque o governador Tião Viana estava numa noite boa.

Afiado’, como disse o seu Val.

E com os dados sobre problemática haitiana na ponta da língua.

Embora, registre-se, o programa não mostrou interesse em nenhum momento em priorizar a questão da imigração no Brasil, mas de incutir um problema e responsabilizar o governo federal, o governo, claro, do Partido dos Trabalhadores.

O ‘Roda Viva’ de ontem foi o programa da séria que  mais teve audiência no Acre.

Nunca esse programa teve mais do que meia dúzia de telespectadores por aqui.

Mas ontem, com a presença do governador Tião Viana e a imprensa divulgando, inclusive esta coluna que é lida também por meia dúzia de leitores, o ‘Roda Viva Tucano’ deixou de ser traço aqui no Acre.

Mas foi somente ontem.

Pois a tendência, segundo os analistas de São Paulo, é o programa da TV Cultura ir cada dia mais perdendo prestígio.

Porque, como dizem, o atual apresentador será o ‘coveiro’ do ‘Roda Viva’.

Óbvio.

Quem vai dar credibilidade a um programa numa TV pública, que é concessão pública, que é um braço na mídia de um partido político?

Poucos, claro.

Uma TV pública tem que ser plural e democrática.

Totalmente diferente das TVs privadas que hoje dominam o Brasil

A verdade é que a entrevista, que pareceu mais um acossamento ao governador  – foi  boa por conta do entrevistado e mostrou, mais uma vez, que a ‘grande imprensa brasileira’ não conhece nada do Brasil.

Os entrevistadores não conseguiram esconder que todas as mínimas informações que tinham foram garimpadas de última hora com alguém da oposição local.

Tanto que não refutaram com segurança nenhuma resposta dada pelo governador.

Sequer os jornalistas deram importância para a cheia do Rio Madeira, porque sequer sabem onde nasce o Madeira e onde ele espalha suas águas.

Imaginam o Rio  Madeira como um Tietê fétido, talvez.

Ridículo.

O Brasil, para a ‘grande imprensa’, se resume ao Sudeste e acaba em Minas Gerais.

São uns ignorantes em matéria de Brasil.

Uma TV pública que vai entrevistar um governador de Estado sequer se prepara como deveria para informar seus telespectadores sobre um estado pouco divulgado no país, como é o caso do Acre.

Foi um programa ‘Roda Viva Tucano’ improvisado.

Apenas com interesse político e para tirar proveito político contra o governo federal.

Não poderia ser diferente.

O apresentador que está no  ‘Roda Viva Tucano’ está ali para isso mesmo.

O que salvou o programa da TV Cultura, ainda bem, foi o governador do Acre.

Porque assim, o Brasil, ou pelo menos São Paulo – pode conhecer mais um pouco sobre a realidade da imigração haitiana via Estado do Acre.

VídeoTV Cultura  – entrevista do Governador Tião Viana



Saúde – contratações
servidores saude

571 servidores empossados.

Para melhorar o sistema de saúde no Acre.



Os ataques do GladsonC à Perpétua

perpetua soldados

Vocês vão ver.

Daqui até o dia da eleição, o pré-candidato ao senado pelo Partido Progressista (?), GladsonC, vai tentar atingir a Perpétua com insinuações as mais diversas.

O problema é que GladsonC faz um mandato muito ‘pobre’.

Para não dizer medíocre politicamente.

Não tem o apoio popular que a Perpétua tem e isso o incomoda.

Aí, vem os seus assessores e mandam ele bater na  Perpétua.

E ele bate.

E a Flor nem liga.

E amanhã é que a festa será grande.

Será o dia da Promulgação da PEC dos Soldados da Borracha.

E 25 mil no bolso.

Que a oposição votou contra e depois, quando viu que ia se dar mal – resolveu aderir  no último minuto.



Vídeo
Jorge Viana conta história de garoto haitiano ‘sem eira nem beira’

Um adolescente haitiano de 15 anos está num abrigo de Epitaciolândia.


Por hoje, FIM