Procurador da República investiga pagamento de auxílio-moradia a Tribunais de Justiça e MPs

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, instaurou procedimento para analisar o pagamento de auxílio-moradia em todos os Ministérios Públicos estaduais e Tribunais de Justiça do país. O objetivo é identificar abuso na concessão do benefício.

O gasto anual no país, segundo o jornal FSP, é de ao menos R$ 168 milhões. Levantamento do jornal paulista revela que dez Promotorias e ao menos 12 tribunais pagam o benefício a seus membros. Para Janot, o auxílio só deve ser concedido para ressarcir que tem gasto adicional por trabalhar em local distante de sua residência e assim regulamentou o benefício no Ministério Público Federal.

Leia aqui matéria e saiba quem são os Tribunais de Justiça que recebem e os MPs que têm o benefício indevido.

[A informação é da FSP]

folhagrafico

Leia a matéria original aqui