PDT do Acre define que vai permanecer na Frente Popular

pdt na frente popular
A exemplo  do partido em nível nacional, que vai apoiar Dilma, o local também fechou questão na noite de quarta.

O PDT reuniu seus pré-candidatos no auditório da Assembleia Legislativa e confirmou que permanecerá na Frente Popular.

A Oposição, que sonhava com o racha do partido com a FP, perdeu mais uma.

A maioria do partido, fundado por Leonel Brizola – vai estar ao lado de Tião Viana e Perpétua.

Várias intervenções foram feitas.

E a decisão foi tomada.

O PDT é Frente Popular.

Adeus MBittar e tucanos!

Vários usaram a palavra no encontro.

Um deles, Jairo Cassiano,  representante do partido no principado de Sena e pré-candidato a deputado estadual, foi um dos que mais defendeu a permanência na Frente Popular.

Jairo estava sendo fritado em Sena, onde se espalhou também que o PDT iria romper com a Frente Popular.

-Não rompeu e estará de corpo e alma na campanha de Tião Viana e Perpétua – disse à coluna.

Claro, alguns coxinhas do partido, ainda estão resmungando, mas passa.

Pesou também na decisão do PDT do Acre a decisão do partido em Brasília, esta semana, que continua na aliança que dá sustentação ao governo do PT, com Dilma Rousseff.

A semana política acaba com a Frente Popular em vantagem.

E a Oposição se digladiando com a história do primeiro suplente para o senado.



Virou leilão a primeira suplência do doutor?

batido martelo

Queria mesmo entender essa disputa na Oposição pela vaga na primeira suplência do doutor GladsonC.

Toda a Oposição sabe que sua eleição, sua chance, é mínima.

E outra coisa:

Todo o mundo mineral sabe também que eleição para o senado não é, digamos, ‘comprável’ como para outros cargos menores.

Duas perguntas ouvidas nos bastidores:

1 – Seria a disputa da 1ª suplência do ‘esquema’?

2 – Ou seria a disputa pela 1ª suplência do dinheiro?



Falando no doutor…

Leia esse post do jornalista Gilberto Moura (PortalQuinari), do Quinari, claro.

É ainda sobre a escolha do primeiro suplente do doutor.

Ele diz que se o deputado GladsonC não…

É melhor você mesmo ler o que ele escreveu:

gilbertoquinari



Plenária do PT
plenária pt

Em ritmo de Copa!



Sensacionalismo barato

É o mais fácil e desprezível tipo de jornalismo.

Que aposta na ignorância e na despolitização.

A quarta foi prodigiosa em mau caratismo no Acre



Abertura da Copa e a ciência hoje

exoesqueleto1

Possivelmente hoje vamos assistir uma demonstração do cientista Miguel Nicolelis e o seu Exoesqueleto do Projeto Andar de Novo (Walk Again Project).

O equipamento do neuro cientista brasileiro pretende fazer um jovem paraplégico andar na abertura da Copa do Mundo.

Então fiquem de olho na abertura.



Joaquim Barbosa tenta incriminar advogado que o enfrentou

 

Autor: Luis Nassif

Joaquim Barbosa não é uma pessoa confiável. É capaz de qualquer subterfúgio para defender suas posições. Até armar uma acusação improvável contra o advogado Luiz Pacheco – que cobrou dele a colocação na pauta de recurso sobre a prisão domiciliar de José Genoíno.

O desempenho do advogado no plenário do STF foi firme e perfeitamente normal. Existem as gravações para comprovar. Conversei com ele logo após o incidente e estava em pleno domínio de suas faculdades mentais.

Barbosa é capaz de manipular provas para defender suas teses. Que se tome cuidado para impedir uma armação  para cima do advogado.

O caso da tentativa de escuta do Palácio do Planalto pelo Ministerio Público do Distrito Federal casa-se com decisão recente sua – de prorrogar a prisão fechada de réus devido a uma suposta denúncia anônima cujo autor não quis se identificar. Em dois casos a mesma jogada do off. Agora, um segurança em off incrimina o advogado.

Digo aqui: o presidente do STF Joaquim Barbosa é um manipulador! E já deu provas sobejas disso.

A primeira manipulação ostensiva de Barbosa ocorreu no julgamento do senador e ex-governador de Rondônia Valdir Raupp.

De acordo com seu relatório, Raupp teria desviado recursos do Banco Mundial. Seu relato convenceu cinco Ministros que o acompanharam no recebimento da denúncia.

Coube a Gilmar Mendes identificar a falha no relatório. Um ordenador de despesas do estado havia lançado mão de recursos do convênio para cobrir uma situação momentânea de falta de caixa. Assim que soube, o governador abriu inquérito e mandou devolver os recursos aos cofres do Estado.

Informados dos novos dados, alguns Ministros decidiram mudar seu voto. Barbosa requereu então vista do processo para impedir que um colega – em véspera de aposentadoria – pudesse modificar seu voto.

Uma segunda manipulação aconteceu no chamado mensalão do PSDB. Barbosa apresentou um documento que teria sido assinado por Eduardo Azeredo. Para fundamentar a denúncia, sustentou que a defesa sequer rebatera o seu conteúdo. Era blefe. O advogado de Azeredo, José Gerardo Grossi, explicou que não rebatera porque o documento sequer fazia parte da denúncia.

A última de Barbosa agora é se valer dos seguranças do STF para acusar o advogado Luiz Fernando Pacheco de estar embrigado.

Repito: quando se trata de defender suas teses, Joaquim Barbosa é um manipulador. Ele já ultrapassou todos os limites da decência jurídica.

Assista:



Messi idolatrado no Brasil (vídeo)

Pela Fox da Argentina.

Que ressalta o fato de ser um brasileiro o admirador e diz que se não houver incidentes ‘tudo bem’ com o assédio.

assista:


Por hoje, FIM
Vamos lá, Brasil!