Terceirização: Os argumentos da Acisa são como fumaça…

 

J R Braña B.

Os argumentos da Acisa em favor da Terceirização são os mais frágeis e contestáveis possíveis.

Sólidos como fumaça…

Na verdade, a representante do comércio do Acre não entende direito o que representa a radical mudança que o PL 4330, o PL da Escravidão, vai trazer para a economia brasileira.

Não compreende que o PL da Escravidão muda completamente a relação de consumo e trabalho no país, prejudicando a formação de uma classe trabalhadora nacional de ponta.

Ao contrário, precariza as condições de trabalho na medida em que reduz as condições sociais e aprofunda a desqualificação profissional.

Aumenta a rotatividade.

A Acisa e empresários brasileiros querem um Brasil com a mesma taxa de exploração da China, onde os trabalhadores são escravizados e ganham mal para sobreviver.

Não podem ter sindicatos nem são beneficiados com os acordos coletivos das categorias altamente organizadas.

Greve? Nem pensar…!

Como a maioria dos trabalhadores no Brasil não são ligados a sindicato algum, os empresários ficarão livres, depois que a Lei estiver na mão, para piorar ainda mais as já precárias condições de trabalho existentes.

[Atenção, o PL da Escravidão ainda não foi aprovado… Ainda tem o senado (no senado não passa essa proposta original) e depois tem o veto ou não da presidenta]

É um tiro no pé a aprovação do PL da Escravidão.

Os empresários da Acisa não olham para frente.

Olham para o bolso apenas.

Não se preocupam com a formação de uma elite de trabalhadores capaz de elevar este país a um patamar de desenvolvimento pleno.

A terceirização é o atraso nacional.

É a maior derrota dos trabalhadores e da sociedade desde o golpe de 64.

É a falência de empresas, pois passarão a ser meras carcaças, pois não terão nada dentro para mostrar.

Sua essência estará terceirizada.

Tenho certeza que a Acisa não enxerga isso.

Mas vai acompanhando a onda de um Congresso atrasado, retrógrado, antipopular que se aproveita de um governo fragilizado para empurrar goela abaixo da população medidas que em nada vão melhorar a vida e a economia do país.

É a conta com juros e correção que o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, está devolvendo aos bancadores de sua campanha.

O Brasil com a aprovação do PL da Escravidão caminha na contramão do progresso.

Dos direitos reduzidos de quem produz e faz a máquina de uma nação funcionar.

Países que optaram por terceirizar suas economias vivem a triste realidade de sua mão de obra desqualificada, barata e que não ajuda a inserir esses países no time dos grandes.

Portugal, com seu governo de direita atual, é o exemplo em colapso econômico.

Terceirizou sua economia e os trabalhadores estão saindo para outros países.

A Grécia foi quebrada pela direita e o povo reagiu elegendo uma aliança de esquerda que tenta recuperar o país mergulhado no fundo do poço.

O Acre é uma gota no Oceano da economia do Brasil, uma das 10 maiores do mundo.

Com a terceirização por aqui não avançaremos, pois o poder aquisitivo dos trabalhadores vai reduzir ainda mais.

E os empresários da Acisa, mais adiante, vão reclamar de crise e de poucas vendas.

Claro.

Não enxergam o horizonte..

Só veem o primeiro plano.

Pois é o que basta para quem só pensa em ganhos imediatos.

fumaça