Última de Sena: famílias Sales e Areal voltam ao ringue por espaço político

Ainda não há nada oficial definido quanto a mudanças no hospital de Sena, na sua direção, mas o simples fato de que com a adesão do deputado Nelson Sales à base do governo significaria uma nova direção naquela unidade, fez os bastidores da política local começar a pegar fogo.

A atual diretora é Deise Areal, indicada por seu irmão e ex-prefeito Nilson, que é muito próximo ao governador Tião Viana.

Cogita-se que para aderir ao oficialismo na Assembleia, o deputado Nelson Sales teria apresentado uma extensa relação de pedidos, a saber de alguns: Deracre, Hospital e Seaprof.

Ou seja, órgãos importantes de qualquer município do Estado.

Traduzindo: o deputado quer comandar pastas importantes na cidade para aderir ao governo.

Conflito na campanha

Fontes de Oestatadoacre.com contam que durante o período eleitoral não foi uma nem duas vezes que a atual diretora Deise e a esposa do deputado Nelson Sales, Larissa, teriam entrado em atrito dentro do hospital.

Oestadoacre.com obteve informações de que na disputa eleitoral de outubro passado – Deise nomeada pelo governo e Larissa na defesa da candidatura do seu marido, oposição – por pouco não não foram às vias de fato nas dependências da unidade de saúde.

Uma defendendo o governo e a outra atacando.

Agora, novamente, os Sales e os Areal voltam a se encontrar frente a frente na disputa por espaço político em Sena Madureira.

O pepino e o abacaxi, como sempre, terão que ser descascados pelo governo.

hospital sena