Operação Nelore: Quatro foram presos em Sena

AgGov
Pedro Paulo

Quatro pessoas foram presas suspeitas de furto qualificado de gado, nesta sexta-feira, 8. A “Operação Nelore”, deflagrada pela Polícia Civil, ocorreu na cidade de Sena Madureira. Ao todo, foram cumpridos sete mandados judiciais. Em poder dos investigados, os policiais apreenderam duas espingardas calibres 36 e 28, um revólver calibre 32 e munições, além de dinheiro, cheques e um veículo Corsa Sedan.

Operação-Nelore-4
Um veículo chevrolet foi apreendido também na operação Nelore

 

A investigação durou cerca de 130 dias e apurou que o grupo furtou mais de 50 animais de duas propriedades. A polícia estima que o bando tenha lesado as vítimas em cerca de R$ 100 mil. A quadrilha agia em propriedades ao longo da BR-364, sentido Rio Branco/Sena Madureira.

Segundo o diretor técnico-policial Roberth Alencar, responsável pela investigação, os suspeitos vão responder por furto qualificado, organização criminosa e posse ilegal de arma de fogo.

foto acpurus2 foto presos sena

“Prendemos o líder da quadrilha e três comparsas. Além disso, outros dois integrantes podem ser presos a qualquer momento”, destacou.

Os criminosos usavam a propriedade de um dos investigados para colocar os bois furtados e, no passo seguinte, um açougue no município de Sena Madureira para comercializar a carne. O dono do açougue investigado também foi preso. As prisões preventivas foram autorizadas pela justiça.

O secretário de Polícia Civil, Carlos Flávio Portela, enalteceu a ação e observou que se trata de uma diretriz do governo: promover um enfrentamento diferenciado de combate à criminalidade. “O Estado está investindo também no patrulhamento rural. A Polícia Civil, além de desarticular a aquadrilha, recuperou um carro que foi comprado com dinheiro do furto de gado, que pode ser restituído às vítimas”, disse.

Fotos: aggov, acpurus