Governo investe 7 milhões para acabar filas em raio-x, ressonância, ultrassonografia e tomografia

AgGov
Ana Paula Pojo

Governo entrega Centro de Diagnóstico do Instituto de Traumatologia e Ortopedia

Com o atendimento iniciado na segunda-feira, 17, o Centro de Diagnóstico por Imagem do Instituto de Traumatologia e Ortopedia do Acre (Into/AC), foi entregue pelo governador Tião Viana, nesta terça-feira, 18. A ala médica responsável pela realização de exames de raio-x digital, ressonância magnética, ultrassonografia  e tomografia computadorizada, já realizou mais de 50 exames nos dois primeiros dias de funcionamento. Isto porque agilidade, eficiência e um atendimento com equipamentos de última geração, agora fazem parte da realidade dos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), no estado.

A solenidade de entrega reuniu deputados estaduais, o prefeito de Rio Branco, Marcus Alexandre, a vice-governadora, Nazareth Araújo, a primeira-dama do Estado, Marlúcia Cândida, membros do governo e representantes do Ministério Público do Acre (MPE) e Caixa Econômica Federal (CEF).

“Aqui o objetivo é o fim das filas para os exames de ressonância, tomografia, raio-x e ultrasson. Foram investidos cerca de sete milhões, e um esforço enorme para manter as obras, e a certeza de que a espera para o paciente realizar o seu procedimento de diagnóstico por imagem será de 48 horas, no máximo 72 horas”, conta o governador.

O Centro já realizou mais de 50 exames nos dois primeiros dias de funcionamento (Foto: Gleilson Miranda/Secom)

O Centro de Diagnóstico por Imagem é parte integrante de um dos institutos de saúde mais complexos da Região Norte, que conta com uma arquitetura sustentável e um padrão de atendimento em saúde pública exclusivo na Amazônia. “A obra toda possui investimentos de R$ 72 milhões, para construção e instalação de equipamentos em todo o Into”, apontou o secretário de Obras Públicas, Leonardo Neder.

Para o secretário de Saúde, Armando Melo, é uma revolução na saúde pública do Acre. “Aqui temos equipamentos de última geração que vão nos ajudar a zerar a demanda suprimida do estado. Não há no Norte, um centro de imagens parecido com esse”, afirmou Melo.

Secom_Acre_GM1808155187

(…)