PHA: A Globo precisa tomar o BNDES, já!

 

PHA
Conversa Afiada

Sem a Globo, o PSDB é um tigre de papel

 

No capítulo “A Globo quebra e o Governo conserta”, o livro “O Quarto Poder – uma outra história” descreve o escândalo do BNDES, em março de 2002, quando o Governo do Príncipe da Privataria já dava sinais de que seria derrotado na eleição.

E foi.

O Lula deu uma surra naquele que não sabe onde nasceu.

O BNDES do Farol de Alexandria deu uma grana à Globo, em nome de um futuro aumento de capital.

Quá, quá, quá !

Dois meses antes do fim do segundo mandato do FHC, a Globo estava falida!

Foi salva ‘a beira do túmulo.

Nem assim a Globo evitou a concordata.

Num outro capítulo do livro – “O que os credores internacionais achavam dos donos da Globo” – se descrevem as condições que os credores impunham aos filhos do Roberto Marinho – eles não têm nome próprio – para salvá-los.

O que os salvou, enfim, foi um empréstimo em cima da hora, quando se encomendava a Missa de Sétimo Dia, pelo Carlos Slim, dono da Embratel e da Claro, que tomou a NET dos filhos do Roberto Marinho.

Agora, em 2015, a Globo voltou ‘a beira do precipício.

Não foi ‘a toa que um dos filhos do Roberto Marinho foi a Brasília mandar parar com o furdunço.

Não adiantou nada.

A Casa Grande insiste no furdunço e na ocupacão da Avenida Paulista por tropas neonazistas.

Demitiu 400 funcionários no Globo.

A principal novela, a do horário nobre, de onde sai a grana para sustentar os jatinhos dos meninos,  passa a viver uma rotina: cada nova novela bate um record de “a pior audiência da história”.

A Netflix, o Google, o YouTube, Facebook – tudo isso mina, a cada segundo, a cada clique de mouse, a cada vez que se digita o código para iniciar um celular … esse avanço tecnológico irreversível mina a hegemonia da Globo.

O que salva a Globo?

O Supremo, que fez o que a Globo queria para matar a TV Terra?

O Ministro bernardizado Berzoini, que passou a defender a Globo e as teles e não faz a Ley de Medios, porque precisa consultar a sociedade?

Isso é tudo morfina.

O doente só consegue sair da UTI, por algum tempo, se atacar o cofre do BNDES.

Tomá-lo!

Como fazia no passado.

Daí o desespero do Ataulpho.

Será que ele se salvou do passaralho?

Daí, o catastrofismo da Urubóloga.

Daí a tresloucada cruzada Golpista do ministro (sic) Gilmar, que terá de responder ao Nassif e aoConselho Nacional de Justiça, antes de dar a chave do cofre do BNDES ‘a Globo !

Sem a Globo, o PSDB é um tigre de papel.

(A frase “sem a Globo o Antonio Carlos Magalhães é um tigre de papel”  também está no “ Quarto Poder”.)

Sem, a Globo, o FHC e sua cria, o Gilmar, são o filho bastardo do tigre de papel.

Paulo Henrique Amorim