Missão de Paz da ONU: Orgulho acreano na Africa

 

Kimpara foi o primeiro acreano a integrar uma força de paz da ONU.

 

AgGov

Oficial da PM do Acre recebe medalha das Forças de Paz da ONU

Após seis meses no Sudão do Sul, no continente africano, o tenente-coronel Marcos Kinpara concluiu sua passagem pela Organização das Nações Unidas (ONU) sendo homenageado com a Medalha das Forças de Paz da ONU. A honraria é entregue aos militares que concluem a missão com êxito e profissionalismo.

O oficial da Polícia Militar do Acre (PMAC) comandou o contingente de policiais brasileiros que estava servindo a ONU, na capital do país, Juba, além de ter trabalhado no “Protection of Civilian” (Proteção de Refugiados) e na administração logística da operação.

“Enquanto estive na missão, defrontei-me com as dificuldades vividas por aquela população, como a fome, doenças e desemprego. Hoje posso dizer que valorizo mais a vida humana e as pequenas coisas, são lições que me engrandeceram como ser humano”, disse Kinpara, sobre a experiência.

“Tive que trabalhar em um ambiente inóspito, onde doenças como malária, febre tifoide e cólera eram presentes entre os refugiados; além da saudade da família e o risco iminente de ataques por partes dos rebeldes”, relatou o oficial.

Há um ano e oito meses, o país sofre com a guerra civil em que se opõem o presidente Salva Kiir e seu ex-vice-presidente, Riek Machar. De acordo com a agência para refugiados da ONU, o conflito provocou mais de 2,2 milhões de refugiados.

acreano na africaacreano recebe honra da onu na africa

(…)