Segurança: o que a oposição não sabia e ouviu do governo

AgGov

O governador Tião Viana se reuniu, nesta segunda-feira, 20, com a bancada federal do Acre – além de parlamentares estaduais – para tratar sobre a Segurança Pública. A união entre Estado e bancada do Acre resulta em um esforço conjunto, no qual, pela primeira vez, os parlamentares se propõem a liberar recursos da ordem de R$ 70 milhões, oriundos de emenda impositiva, para a Segurança Pública.

“Segurança Pública é tema prioritário na nossa gestão. Tão prioritário que o governo chega a gastar, por ano, mais de R$ 475 milhões com pessoal, manutenção e infraestrutura para a Segurança Pública e já temos outros 62 milhões garantidos para investimentos, este ano”, destacou o governador do Estado.

(…)

Bancada Federal garante apoio

Leo de Brito destacou a importância da união desses esforços. No ano passado, um esforço intenso do governo resultou na liberação de R$ 47 milhões para o Fundo Penitenciário, para o reaparelhamento do sistema em 2017.

“Aqui a bancada reconhece todos os esforços que o governo está fazendo e tem dado respostas em todos os momentos delicados que a segurança enfrenta no estado. O governo do Acre precisa do apoio do governo federal nas questões da fronteira, no reforço das forças e na liberação de recursos. Esse recurso da bancada vem reforçar a garantia da segurança da população”, destacou Brito.

Para Moisés Diniz, os problemas que a Segurança Pública enfrenta serão solucionados quando forem resolvidos na raiz. “O governador do Acre ou de qualquer estado de fronteira não pode ficar sozinho nessa luta porque a cada três crimes, dois são fruto de tráfico de drogas que vem da Bolívia e do Peru. Ou a gente evita a entrada de drogas ou vamos continuar enxugando gelo”, pontuou Diniz.

(…)

PS: o melhor do encontro foram as caras dos parlamentares da oposição