Rio Madeira e o Acre: ameaça de déjà vu

rio madeira #

anga

rio madeira

Gladson Cameli acompanha abertura da sala de crise do rio Madeira

O governador Gladson Cameli segue cumprindo extensa agenda em Brasília. Na tarde de quarta-feira, 23, o mandatário do Poder Executivo acreano acompanhou a abertura da ‘sala de crise’ do rio Madeira.

A sala de crise é coordenada pela Agência Nacional de Águas (Ana) e desde 2015, monitora, especificamente, o período de cheia do rio Madeira, sendo acionada sempre que haja aumento de vazão d’água.

Caso a vazão na hidrelétrica de Jirau, em Rondônia, atinja 34 mil metros cúbicos por segundo antes da data programada, por exemplo, se antecipa então o trabalho da sala de crise. O maior nível de vazão foi registrado no último dia 19 de janeiro, quando 31.978 metros cúbicos por segundo foram registrados.

(…)

(publicada e editada by Maria Lúcia)


Gostou desse conteúdo? Ajude a manter oestadoacreclique aqui