Fora do orçamento…(Bolsa Família desidratado)

economia #

Por Márcio Pochmann, economista:

Folha (via 247):

Paulo Guedes não quer dar dinheiro para expansão do Bolsa Família

A expansão do programa Bolsa Família corre o risco de ficar apenas no papel porque o Ministério da Economia dirigido pelo ministro Paulo Guedes diz que não tem dinheiro para financiar o programa. Governo cogita também mudar o nome para Renda Brasil, Família Brasil ou Bolsa Brasil

Durante todo o ano de 2019, Bolsonaro não concedeu reajuste do benefício pela inflação. E para cumprir a promessa de pagar a 13ª parcela teve que fazer pedalada, remanejando dinheiro que era da Previdência Social.

O Bolsa Família atende pessoas que vivem em situação de extrema pobreza, com renda per capita de até R$ 89 mensais, e pobreza, com renda entre R$ 89,01 e R$ 178 por mês, informam os jornalistas Gustavo Uribe e Thiago Resende da Folha de S.Paulo..

O valor recebido varia de acordo com o número de integrantes da família, idade e renda. Atualmente, a média é de aproximadamente R$ 191.

Elaborada pelo Ministério da Cidadania e pela Casa Civil, a proposta inicial de reformulação elevaria o orçamento do programa em R$ 16 bilhões.

Mas o ministro da Economia, Paulo Guedes exige que o projeto seja desidratado.


webrádio oestadoacre – na nuvem para você ouvir de qualquer lugar…


Ative o sininho e receba as notificações de oestadoacre…no mesmo segundo que é publicada….