Estudo da Ufac: Acre pode evitar o pior, sim

pior ufac estudo #

ufacufac

Sobre o que foi publicado nesta manhã no ac (fotos acima)…

A quarentena no Acre está abaixo dos 50% e isso, sim, preocupa…

É só sair às ruas e constatar…

O poder público, com orientação e fiscalização, pode, e muito,  reduzir o tamanho do dano do covid-19 que ainda vai viver seus dias de maior contaminação por aqui.

Refinar o Stay Home-Fique Em Casa (dando condições econômicas a quem não tem emprego e ajudando as empresas a pagar os salários de seus empregados)…é pra isso que deve existir o poder público, especialmente em situações como esta.

O governo do Acre precisa ousar nas medidas econômicas em favor das pessoas!

Experts pelo mundo dizem que pandemias desse nível só reduzem quando uma grande parte da população se contamina e, contraditoriamente, desenvolve imunidade contra o patógeno (o vírus)…ou seja, quando aumenta a quantidade de pessoas imunes, reduz a chance de uma pessoa infectada encontrar alguém vulnerável para passar a doença…É o que os cientistas chamam de ‘imunidade de manada.’

E o Acre e o Brasil ainda não chegaram a esse estágio de imunidade de manada. 

Porém, o Acre não pode esperar por isso…

É preciso intensificar a prevenção….isolamento social…quarentena.

Impor regras de comportamentos ao sair às ruas para todos.

E aprimorar a fiscalização nas entradas do Estado.

J R Braña B.