Vibrador é o campeão de venda na quarentena

vibradorespandemia

Tempo livre há…

(‘A máscara encobre o sorriso, a empatia’, diz uma estilista)

Do TNH1:

Se existe um setor da economia que não esfriou durante a quarentena foi o mercado erótico. Pelo contrário, no termômetro de vendas de brinquedinhos sexuais, a temperatura só aumentou. Desde o início do confinamento, mais de 1 milhão de vibradores foram vendidos em todo o Brasil, segundo levantamento Abeme (Associação Brasileira de Empresas do Mercado Erótico).