A mão-boba do presidente da Assembleia de Deus na bunda de uma fiel (v)

mãoboba

No DCM

O pastor Antônio Dionízio, presidente da Assembleia de Deus no MS, foi convocado pela Convenção dos Ministros das Assembleias de Deus no Estado de Mato Grosso do Sul (COMADEMS) para explicar o vídeo em que supostamente aparece apalpando as nádegas de uma mulher.

Dionízio alegou no depoimento que a mulher que aparece no vídeo seria sua namorada. Em novembro de 2019, ele havia sido acusado de cometer adultério.

Após o episódio, a Assembleia de Deus no Mato Grosso do Sul dificilmente irá tolerar que o pastor continue ocupando o cargo, com salário milionário.

Veja abaixo:

Em tempo: mais um ‘caso isolado’, dos milhares de ‘casos isolados’, que dizem quando acontece isso com esses representantes de Deus.