Sessão solene na Aleac: Dia do Autismo

aleac#

divulgação aleac

aleac

Aleac realiza sessão solene sobre Dia do Autismo e luta por melhor tratamento aos autistas

Ato solene foi solicitado pelo deputado Luiz Gonzaga que tem defendido um tratamento mais digno aos posrtadores de autismo

A pedido do deputado estadual Luiz Gonzaga (PSDB), a Assembleia Legislativa do Acre realizou nesta quarta-feira (31) uma sessão solene em alusão ao Dia Mundial de Conscientização do Autismo.

O evento, que ocorreu de forma online através do canal da Aleac no Youtube, contou com a participação do vice-governador do Acre, dos demais deputados, do Poder Judiciário, do Ministério Público, da Secretaria de Saúde do Acre, do Dom Bosco, do CER 3, do CENTRIN e da Família Azul.

O deputado Luiz Gonzaga propôs a solenidade com o objetivo de ouvir dos responsáveis pelos centros de reabilitação de pessoas com autismo as reivindicações e, juntos, buscarem melhorias para o tratamento aos autistas no Acre.

aleac

O vice-governador Rocha, a deputado federal Mara Rocha e o parlamentar Luiz Gonzaga têm acompanhado de perto a luta dos portadores de autismo no Acre. Eles participaram de comitivas que visitaram as cidades de Bujari, Tarauacá, Cruzeiro do Sul e Brasiléia para discutirem melhorias e instalações de Centros de de Tratamento Interação Social (Cetrins) em mais duas cidades acreanas.

Rocha parabenizou o deputado Gonzaga pela iniciativa de realizar a sessão solene sobre o tema e lembrou que as famílias que têm pessoas autistas enfrentam dificuldades para tratarem seus entes.

“Quero agradecer ao deputado Gonzaga pelo seu abraço a essa causa muito importante que tenho certeza que trará bons frutos para nossa sociedade. Temos experiências no Acre exitosas que precisam do apoio do poder público. Uma experiência acreana que para nós é motivo de orgulho. É importante abraçarmos juntos essa luta”, disse o vice-governador.

O deputado Luiz Gonzaga afirmou que debater sobre o autismo é uma forma de propor melhorias para as famílias que precisam de apoio neste momento difícil que é tratar portadores de autismo muitas vezes sem terem recursos financeiros para pagarem tratamentos particulares.

“Queremos que as crianças com diagnóstico de autismo tenham atendimento e acompanhamento de qualidade. Queremos levar o Cetrin a mais cidades acreanas para poder oferecer um tratamento mais digno a essas pessoas”, disse Luiz Gonzaga.

O presidente da Associação Família Azul do Acre, Abraão Púpio, o Acre conta hoje com cerca de 11 mil pessoas diagnosticadas com autismo e a maioria não recebe tratamento.

“Temos hoje no Acre cerca de 11 mil autistas. A maioria ainda não recebe o diagnóstico e tratamento essencial. Sem a consulta com neuropediatras e exames as crianças não conseguem dar entrada no auxílio do governo federal e nem pegar medicação adequada. A luta dessas famílias é muito difícil e essa sessão solene vem para nos ajudar a conseguir melhorias para essas famílias”, afirmou Abraão.