Rio Branco: Cegos que veem…

#riobranco

rio branco
(…)

Segundo a matéria do ac, o comerciante da foto pede, acredite! – a retirada do centro do órgão municipal que atende as pessoas em situação de rua com uma justificativa: ‘Eles transformaram o centro num inferno…perdemos o sossego, o patrimônio e a clientela’

Senhor comerciante, quem transformou a vida em um inferno foram os governos federal e estadual…as pessoas de rua foram jogadas na rua…são vítimas como todo o resto da sociedade, que quer segurança e sossego…só que não haverá sossego eterno com desigualdade social alarmante e crescente…

Os comerciantes devem cobrar do poder público (executivo, legislativo e judiciário) politicas de inclusão…emprego, salário, dinheiro no bolso das pessoas…Polícia, repressão, já se sabe – não resolve o problema…o centro de Rio Branco, senhor comerciante!!, empobreceu devido à falência da economia da cidade, do estado, do país…das pessoas, em especial…o seu sossego, o sossego de todos depende de decisões políticas acertadas…e para a coletividade..não somente para comerciantes e empresários.

Dias atrás, escrevi, após a tragédia com a morte de Jorge das Flores….essas lideranças empresariais…agora repito…essas lideranças de comerciantes…são uns cegos!…Cegos que veem, mas não enxergam.

J R Braña B.