Ex-pres. da Câmara de M. Lima condenada por improbidade

tjac

mâncio lima
Foto arquivo

Ex-presidente da Câmara de Vereadores de Mâncio Lima é condenada por improbidade administrativa, pois foi comprovada irregularidade na prestação de contas (…)

Entenda o caso

De acordo com os autos do processo, a demandada teria cometido irregularidade na prestação de contas da Câmara Municipal de Mâncio Lima, referente ao exercício orçamentário e financeiro de 2015.

Em razão do ato ímprobo, foi comprovada a existência de débito de R$ 2.677,89 (dois mil duzentos e setenta e sete reais e oitenta e nove centavos) em face da não comprovação do saldo financeiro para o exercício seguinte, conforme condenação pelo Tribunal de Contas do Estado do Acre (TCE-AC). (…)

Penalidade

Assim, foi determinado o pagamento de multa civil equivalente a 05 (cinco) vezes o valor que a demandada recebia como Presidente da Câmara de Vereadores e a proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais e creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócia majoritária, pelo prazo de 3 (três) anos. (…)

Cabe recurso ao TJAC (…)

(TJAC)

Em tempo: não consta o nome da ex-presidenta da câmara de Mâncio Lima no material do TJAC


oestadoacre.com (inscreva-se no nosso canal..apenas um clique aqui)