Governo vai rever demissões de professores e descontos dos dias parados

Governo vai rever demissões de professores e descontos dos dias parados

É uma sensata atitude do governo em relação aos professores – J R Braña B. – 

 

AgGov
Samuel Bryan

Governo do Estado anuncia fim da greve dos servidores da educação

O governador Tião Viana realizou nesta quarta-feira, 19, uma coletiva de imprensa para anunciar o fim da greve dos professores e técnicos da Educação estadual. O movimento durou cerca de 60 dias e em seu auge atingiu 15% das escolas do Estado. Também participaram da coletiva os deputados estaduais Ney Amorim e Daniel Zen, além do secretário de Educação, Marco Brandão.

“Foi uma greve que não encontrou adesão de mais de 80% dos professores, e na capital mais de 90% não concordaram. Cabem a nós o diálogo e o caminho da superação. Infelizmente, houve um endurecimento da greve, e coube ao governo fazer a defesa dos alunos e tomar medidas a favor do ano letivo e da não perda do Enem”, disse o governador Tião Viana.

O movimento grevista recusou três propostas do governo durante este tempo. Com a categoria pedindo um aumento salarial, o governador Tião Viana sempre foi bastante claro ao informar que, devido à crise nacional e à redução dos repasses federais, um aumento seria inviável em 2015.

Ele também lembrou que somente a folha de pagamento dos servidores da Educação irá saltar de R$ 400 milhões para R$ 700 milhões em 2016, com muitas conquistas da categoria junto ao governo.

As medidas anunciadas pelo governo do Estado, como o corte do ponto dos servidores em greve e a demissão dos professores provisórios longe da sala de aula há mais de 30 dias, também estão sendo revistas, com abono das faltas e não necessidade de substituições de professores.

O governo também anunciou que um novo calendário escolar está sendo construído para as escolas em greve, com o objetivo de respeitar as 800 horas letivas obrigatórias. Sábados e pontos facultativos serão usados para repor as aulas perdidas.

greve fim professores

(…)