Governo de analfas: ministro da Educassão….(‘haviam emendas’)

ministro educassão

analfas

É um governo de analfas..(conge, ‘haviam emendas‘, rugas, dejeitos…)

Em tempo: com o Uol Educação e Folha:

Havia ou haviam?

Sempre é bom lembrar que o verbo “haver”, quando empregado no sentido de “existir” ou de “ocorrer”, é impessoal. Isso quer dizer que deve ser conjugado apenas na terceira pessoa do singular, qualquer que seja o tempo (há, houve, havia, houvera, houver, houvesse etc.).

Mais com o professor Pascuale Cipro Neto:

(…) o emprego dos verbos “haver” e “existir”, com ênfase sobre a presença deles em locuções verbais.
Talvez seja bom repassar a essência da questão: quando tem o sentido de “existir”, o verbo “haver” é impessoal, isto é, não tem sujeito e fica sempre na terceira pessoa do singular, em qualquer tempo ou modo. Assim, se dizemos “Há muitos buracos em nossas rodovias” (“há” é a terceira pessoa do singular do presente do indicativo), dizemos “Havia (e não “haviam’) muitos buracos em nossas rodovias”.
Obviamente, o último exemplo é mera quimera.

(…)

J R Braña B.