Disputa no PT: Haddad ou Gleisi Hoffmann na presidência

pt #

GGN

haddad

Corrente majoritária do PT defende Haddad na presidência do partido

A corrente CNB (Construindo um Novo Brasil), majoritária dentro do PT, começou a defender aberta, embora timidamente, que Fernando Haddad seja o novo presidente do partido, em substituição a Gleisi Hoffmann, preferida de Lula para o cargo.

Uma das primeiras manifestações abertas foi um artigo do presidente do PT do Rio, Washington Quaquá, argumentando que Haddad tem mais condições de dialogar com o povo em vez de Gleisi, que é mais voltada para a esquerda e militância petista.

“Então a boa notícia que o PT pode dar ao povo brasileiro a partir de novembro, quando termina a sua fase de congressos, é o chamamento ao professor Haddad para assumir o comando do partido e a partir dele, chamar o país a união em torno de objetivos democráticos, de Justiça e felicidade para o povo”, escreveu.

Em entrevista à GloboNews, Haddad disse que nunca foi “da engrenagem do partido. Nunca participei de disputa interna, sempre fui uma pessoa de carreira acadêmica que estava disponível para um projeto político no qual acreditava — respondeu, ao ser indagado sobre o seu papel dentro da legenda.”

De acordo com o jornal, a alternativa “para não confrontar Lula” é “reeleger Gleisi para um mandato encurtado de dois anos.”

A senadora só recuaria da reeleição caso Haddad aceite entrar na disputa.


Gostou desse conteúdo? Ajude a manter oestadoacre…fulcral na mídia do Acre