Aécio, MBittar e GladsonC são os candidatos do ricos (assim pensa o banco Santander que orienta seus clientes vips a não votar no PT)

bittar, aecio e gladson
Num restaurante em Manaus MBittar, Aécioporto e GladsonC com o seu já conhecido ‘sorriso forçado’

Banco é banco e pobre e assalariado para eles são apenas estatísticas.

Traços e dispêndios.

É isso mesmo!

Ontem o jornalista  Fernando Rodrigues revelou um documento enviado pelo banco Santander, que tem agência também aqui no Acre, alertando a seus clientes ricos (aqueles que ganham mais de 10 mil) que prestem atenção nas eleições.

O Santander no documento enviado aos seus clientes Vips, os mesmos que xingaram Dilma no camarote do Itaú, na abertura da melhor de todas as Copas, faz terrorismo econômico ao tentar passar a ideia que os ricos vão perder dinheiro caso continue Dilma Rousseff no poder.

O Itaú já está na campanha contra a Dilma faz tempo.

Os empresários também.

Quase todos.

A Fiesp idem.

A Globo, a Veja, a Folha, o Estadão e todo o PIG.

Mas até agora eles mantinham um certo pudor.

Eis que surge o Santander (o banco tem o nome da capital da Cantábria, na Espanha).

É o maior banco da zona do Euro.

Não é um Banacre da vida, não!

É um banco poderoso.

Tanto que não aceita clientes ‘ perebas’, desses tipos eu, que não tem posses para fazer o tal do saldo médio deles.

É um banco de elite.

E de posição política, o que indica o seu comunicado aos clientes sobre a economia brasileira e as eleições para Presidenta (e).

O Santander Brasil  não é pouca coisa.

É simplesmente o que dá maior lucro ao grupo, 30%, porque o nosso país, como se sabe – é paraíso dos bancos e banqueiros.

Muito bem.

O PSDB escondeu até ontem, mas vem o Santander e aparece para revelar ao mundo que presidente bom é aquele que garante a tranquilidade infinita dos ricos.

E a Dilma, o Lula e o PT não garantem a vida tranquila até o fim dos tempos dos bancos, embora eles não tenham sido incomodados em nada durante os dois governos do PT.

Os bancos continuaram a ganhar tubos e tubos de dinheiro à custa do suor do povo e dos juros sempre alto.

[Lembram que o BC começou a baixar os juros e os bancos logo pularam… São os bancos que não querem nem deixam os juros baixarem… Claro]

Pois, o Santander quer o Aécio na presidência do Brasil.

E aqui no Acre, por extensão, o Santander quer também outro tucano, o MBittar e seu candidato ao senado, o doutor GladosonC.

Todos, claro – ricos e milionários.

Do tipo que guarda malas de dinheiro em casa.

Porque na intepretação do Santander, Presidente bom, Governador bom e Senador bom têm que ser ricos para que possam governar para os ricos.

E o PT tem a péssima mania de querer dividir o bolo com os pobres.

E isso, segundo o Santander, é um perigo para a humanidade… rica.

Percebeu agora onde mora o perigo nessas eleições?

Você, assalariado, empregado, professor, jornalista, pedreiro, pintor, trabalhador de uma maneira geral vai querer por no poder um candidato escolhido pelos bancos?

Pra quê?

E a campanha tá esquentando.

Vamos para o jogo.



(A carta aos clientes do Santander)

 

Você e seu dinheiro (e seu voto -jrbrana)

santander

 

Post scriptum: depois de descoberta a m…o Santander soltou uma nota desfazendo tudo o que tinha comunicado aos seus clientes.


 

Muda Mais

Santander se arrepende da carta e pede desculpas



O banco Santander divulgou em seu site,  no início da tarde de sexta-feira (25),  um comunicado com a tarja IMPORTANTE, onde pede desculpas aos clientes por texto anteriormente enviado. De acordo com o banco, o referido texto “não reflete, de forma alguma, o posicionamento da instituição.”

Em seu reposicionamento, o banco pede desculpas “aos clientes que possam ter interpretado a mensagem de forma diversa dessa orientação [de restringir as análises à vida financeira dos correntistas], e reitera sua convicção de que a economia brasileira seguirá sua bem-sucedida trajetória de desenvolvimento”.

No entanto, a postura na mensagem enviada inicialmente aos clientes foi exatamente contrária. Afirmava que se Dilma Rousseff voltar a subir nas pesquisas, o câmbio voltaria a se desvalorizar, juros longos retomariam alta e o índice Bovespa cairia, revertendo parte de altas recentes, o que levaria à deterioração dos fundamentos macroeconômicos, afirmava o texto.

Diante da repercussão negativa da carta aos clientes, o Santander enviou comunicado à imprensa e pediu desculpas pelo mal entendido. Neste documento afirmava adotar critérios exclusivamente técnicos em todas as análises econômicas, que ficam restritas à discussão de variáveis que possam afetar os investimentos dos correntistas, sem qualquer viés político ou partidário. Acrescentou ainda que estavam sendo tomadas as providências para assegurar que nenhum comunicado dê margem a interpretações diversas dessa orientação.

O banco não foi o único a se utilizar do terrorismo econômico para tentar incutir o medo e o pessimismo na sociedade brasileira. A resposta e o pedido de desculpas do Santander são um sinal de que o terrorismo econômico tem cura: informação, seriedade e respeito pelo povo brasileiro.

santander desculpas

 



Perpétua começa retomar sua campanha

 

Depois do golpe pela morte pai, a candidata ao senado pela Frente Popular vai aos poucos retomando as agendas.

Neste sábado, a Flor já cai em campo.

Porque a vida não para.



O piloto Aécio sumiu…(vídeo)


 

Por hoje, FIM