Andrea e Leo desmentem o PiGuinho sobre aumento de salário do governador

Os assessores do governo do estado – Andrea Zilo e Leo Rosas – não deixaram barato a mentira contada ontem em parte da mídia do  Acre na internet..

Os dois assessores estão indo para cima dos que publicaram as mentiras sobre o aumento do salário do governador Tião Viana.

No Brasil é o PiG (Partido da Imprensa Golpista).

Aqui no Acre é o PiGuinho.

Leia abaixo da foto.

governo desmente aumento de salario gov

No Página 20 desta terça, na coluna Poronga:

Ontem a secretária de Comunicação do governo, Andréa Zílio, e o porta-voz, Leonido Rosas, recorreram à mídia eletrônica para desmentir notícia veiculada pelos sites ac24horas e Contilnet, afirmando que o governo tinha concedido reajuste salarial para os servidores do 1º escalão, incluindo, aí, o salário do próprio governador.

Petardo

A doce e meiga Andréa Zílio, com se diz no linguajar do UFC, soltou primeiro um gancho: “Hoje Tião Viana é criticado por uma notícia mentirosa e irresponsável do AC24horas, que alega que o governador tenha sancionado aumento salarial”.

A verdade

E segue com jabs na zona hepática: “Primeiro que não teve qualquer aumento aprovado pela Aleac, que é quem tem competência para fazer tal mudança. Seria no mínimo insensato um governador em ano de crise fazer isso, quando 19 Estados não pagaram nem 13º dos servidores”.

Entrando para finalizar

Por seu turno, o porta voz Leonildo Rosas, no seu estilo ‘casca grossa’, disse logo de início a que veio: “O site AC24 horas inicia 2016 com a mesma prática de 2015: fazendo o jornalismo canalha, pautado na mentira”.

Acumulando pontos

E segue com diretos de esquerda e direita: “A mentira mais recente é que o governador Tião Viana aumentou o seu salário, o da vice-governadora, dos secretários e dos assessores. Com uma obsessão tresloucada para atingir ao governador e o governo, esse site oposicionista relega ao plano inferior às regras básicas do jornalismo”.

Refresco

Léo ainda deixa esclarecimentos citando que o salário dos governantes e dos servidores do 1º escalão estão atrelados à remuneração dos ministros do Supremo Tribunal Federal. “Para que mais esse ataque não fique impune, todos os membros da equipe de governo ingressarão com ação na Justiça para a reparação dos danos causados à imagem de cada um”.

Knockdown

Adiante Rosas ainda faz adendo: “o mesmo jornalismo canalha foi praticado pela Contilnet, que terá que se explicar na Justiça. Para fortalecer os argumentos, cabe destacar que está na Comissão de Finanças e Tributação da Câmara dos Deputados o projeto de lei que altera os salários dos ministros do STF, cujo relator é o deputado Fábio Ramalho (PMB/MG). Caso seja aprovado, irá à CCJ e ao plenário”.

Mata Leão

Finalizando a mentira por estrangulamento — no melhor estilo Jon Jones —, Leonildo encerra o debate: “O pior é ver políticos sem escrúpulos, como Marcio Bittar (PSDB) e Wherles Rocha (PSDB), mesmo sabendo da verdade, fazendo a opção por propalar a mentira”. Pronto! O juiz levantou os braços; a verdade venceu por finalização!

Posição

Sobre a falsa notícia de que o governador do Acre, Tião Viana, e seus secretários e assessores teriam reajuste de salários a partir da aprovação de lei na Assembleia Legislativa (Aleac), veiculamos na edição de hoje matéria com o juiz Giordane Dourado, do TJ Acre.

Encerrando o assunto

No referido texto, o presidente da Associação dos Magistrados do Acre (Asmac) e membro da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), esclarece que o salário dos ministros do STF servem como parâmetro para o salário dos desembargadores e juízes de todo o País, assim como o da presidente da República, ministros de Estado, senadores, deputados federais e governadores.