Golpe no rádio em Sena: Dep tucano detona governo em FM de pastor

Golpe no rádio em Sena: Dep tucano detona governo em FM de pastor

J R Braña B.

 

Com o discurso colérico de sempre, o deputado federal direitista Major Rocha (PSDB) praticamente alugou a FM Dimensão (rádio comunitária de propriedade do Pastor Celso) detonando o governador Tião Viana, o ministro e ex-presidente Lula e a presidenta Dilma.

Foi na manhã deste feriado santo de sexta.

Todavia, o PM deputado não agiu com a compreensão e a benevolência dos santos.

Fez propaganda do Golpe contra a Constituição, fez denúncias contra o governo estadual e federal de toda ordem, porém não citou em nenhum momento os tucanos do seu partido no Listão da Odebrecht, nem o seu candidato derrotado Aécio, o chato,  que já foi delatado sete vezes na Lava Jato e que continua protegido sem responder por nenhum crime.

O deputado tucano também não tocou no Bolsa Amante, o pagamento ilegal feito por anos pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, do seu partido, viabilizado por uma empresa (Brasif S.A), que à época tucana no governo atuava em concessão nos aeroportos (nos serviços de duty free shops e tax free shops).

O PM deputado falou ainda do triplex de Lula (que todos sabem nunca foi do ex-presidente e se fosse qual seria o problema?) e sequer citou o palácio/mansão do seu colega tucano FHC, em Paris, na avenida Foch, que custou mais de 15 milhões de Euros (multiplique por 4 e você saberá quanto custou em Reais).

Esqueceu-se também de falar no triplex da emissora oficial do Golpe, a globo, esse, sim, um triplex real e luxuoso, erguido ilegalmente em praia pública no litoral do interior do Rio de Janeiro.

O deputado Rocha, para quem não sabe,  é o autor de um projeto contra os interesses dos trabalhadores conscientes e que tenta interferir na autonomia sindical.

Pois, é: o deputado tucano pensa que Sena Madureira é só feita de néscios e que ainda acredita em qualquer coisa que se diga no rádio.

dep rocha
Dep fed Major Rocha, que age como o ‘Palmatória do Mundo’… no Acre…Dedo sempre acusador.