Frente Popular: chapa Marcus e Emylson estava escrita há mil anos

Emylson e Marcus (a chapa da FP para a disputa ao governo)

Marcus Alexandre é o melhor nome do PT para o governo e isso até as formigas sabem.

Ainda tentou-se ensaiar uma outra alternativa que o senador JV chamou de ‘laboratório’, e que foi implodida pelos fatos da realidade.

A chapa de cima está formada (Marcus-Emylson-JV-Ney Amorim-Nazaré-Márcia)…

Traduzindo partidariamente: PT, PDT (que não apitou nada na indicação do vice Emylson) e PSB assumem o comando.

O PCdoB, que está fora da majoritária, sabe que precisa voltar a ter parlamentar federal do início ao fim do mandato e uma bancada na Aleac maior para reaver a influência no núcleo duro da Frente Popular.

Traduzindo por regiões: Capital, Xapuri, Tarauacá (um pouco com Márcia) e Cruzeiro se veem na foto do time de cima que vai disputar o governo e o senado.

Desenhando mais ainda: Tião bancou o Emylson vice e JV bancou Marcus Alexandre desde sempre.

Sena Madureira, o terceiro colégio eleitoral (que pode decidir a eleição), por culpa exclusiva de sua política, nem lembrada foi para debater a chapa majoritária…até quando o principado suportará ficar alijado das agendas decisivas do Acre?…talvez quando os jovens do município tomarem a decisão de entrar na política e fazer diferente dos líderes (sem liderança) atuais.

Nunca me conformarei – nem calarei – com esse alijamento de Sena Madureira das decisões mais importantes para o Acre.

Vamos aguardar o desfecho da chapa majoritária da oposição para saber se Sena seguirá a sua sina de patinho feio da política estadual.

Agora é Marcus Alexandre e Emylson e seja o que os eleitores quiserem!

J R Braña B.


Antes publicamos…: