Bruno acuado: Constrangimento nacional do Acre

riobrancobruno

bruno
Repórter Roberto Cabrini tenta falar com o ex-goleiro Bruno, que hoje atua pelo Rio Branco, acredite.

O futebol do Acre vive seu pior momento de todos os tempos.

Sem expressão – em todos os sentidos – o Rio Branco, hoje um clube bárbaro – apelou para o mundo cão com o objetivo de ganhar visibilidade e contratou o ex-goleiro Bruno, condenado pela justiça pelo assassinato e ocultação de cadáver da mãe do seu filho, Eliza Samudio.

O crime abalou o país pela tecnologia cruel empreendida pelos autores (segundo a polícia e a justiça, por Bruno, ex-goleiro que atua no Rio Branco, e seus amigos sicários)

O ridículo é que parte da mídia do Acre trata o ex-goleiro Bruno apenas como um jogador de futebol, como se nada ele tivesse feito no verão de 2010.

Na noite passada, o repórter Roberto Cabrini (SBT) tentou falar com Bruno dentro do campo de futebol…Bruno, acuado, não quis conversa…

Acuado…é assim que Bruno tem que se sentir diante dos olhos da sociedade…Pelo crime hediondo que cometeu e que não se apagará com algumas partidas de futebol.

Que papelão esse clube chamado, infelizmente, de Rio Branco está proporcionando a todos nós do Acre.

J R Braña B.