‘Vacina é proteção relativa…depende do comportamento coletivo’

#vacina

vacina

Deisy Ventura – Professora titular de Ética da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo

-Vacina não é antídoto. É uma proteção relativa, que depende do comportamento coletivo, cuja performance no Brasil foi enfraquecida pela decisão criminosa de não conter a Covid-19, que hoje ultrapassa os 20 milhões de casos e nos transforma em um laboratório de variantes.

-Morte de um idoso já vacinado em nada deprecia as vacinas, que jamais se apresentaram como antídoto. É só mais uma prova de q a decisão criminosa de não prevenir a Covid-19 nos prendeu neste inferno q está longe do fim pq há milhões de pessoas circulando sem a devida proteção.