Época: Natal da fome…(Sem BF e sem AB)

#época/oglobo para assinantes

natal da fome
Foto/montagem: OGlobo/Epoca

RIO – Arroz com feijão é luxo para famílias que vivem, neste fim de ano, o hiato provocado pela transição dos programas sociais do governo federal. A Covid ainda assombra, o emprego encolheu e a ajuda governamental sumiu. Na prática, a fome é cotidiana. E programar um singelo encontro de Natal se tornou uma fantasia remota. O que você imagina para a noite do dia 24? Natália Soares da Silva, de 28 anos, responde:

— Eu não tenho sonho ou imaginação. Nem comida. Aqui não terá nem presente nem ceia.

(…)

Matéria na íntegra, aqui, para assinantes