Chile decide sobre nacionalização do cobre

#cobre

Vermelho

cobre
Economista Orlando Caputo, que foi representante do então presidente Salvador Allende (1970/1973) no comitê executivo da Corporação Nacional do Cobre

(…)Em 11 de julho de 1971 foi aprovada, por unanimidade, a Reforma Constitucional que nacionalizou o cobre, expressando que “O Estado tem o domínio absoluto, exclusivo, inalienável e imprescritível de todas as minas”.

(Com a ditadura sanguinária Pinochet, esse patrimônio de riqueza dos chilenos foi privatizado e entregue a empresas estrangeiras…)…Foi um golpe no legado governo Salvador Allende.

O Pleno da Assembleia Constituinte do Chile decidirá, nesse final de semana, sobre a renacionalização do cobre, uma das principais riquezas do pais. (…)

Em tempo: andei pelas estradas do Chile, pelo Deserto do Atacama e vi toda a riqueza dos chilenos sendo explorada por empresas estrangeiras…o povo pobre e sem emprego num país rico.

J R Braña B.

oestadoacre