Filho mata pai durante caçada no Caeté

Filho mata pai durante caçada no Caeté

Uma caçada realizada na noite de segunda, 10, nas matas do caeté terminou em tragédia. O colono Rafael Antônio Elias de Lima, 49, foi atingido com um tiro de espingarda e morreu no local. De acordo com informações, o disparo teria sido efetuado por um dos filhos da vítima ao confundi-lo com um animal.

Rafael Antônio tinha saído pra caçar na companhia do filho e do genro Terezino dos Anjos de Freitas, 24. Num determinado momento, ao chegar no igarapé Itaúba, eles se separaram. Segundo Terezino, na volta do igarapé, o autor do disparo teria visualizado o foco da lanterna de seu pai. “Só deu pra ouvir um grito. Quando corremos pra lá, ele já estava morto”, revelou.

Terezino disse também que o rapaz ao ver o pai já sem vida tentou se suicidar. “Eu tomei a espingarda dele e os cartuchos para evitar que o mesmo se suicidasse. Para a família o momento é de muita dor”, comentou.

A tragédia foi registrada por volta das 21h da noite, mas por conta da distância, o corpo do colono só chegou à sede do seringal Iracema no início da madrugada. Em seguida foi trasladado ao necrotério do hospital João Câncio Fernandes, o único de Sena.

O delegado de Sena Madureira Antônio Alceste esteve no hospital e determinou que o corpo fosse levado ao Instituto Médico Legal (IML) de Rio Branco para a realização do exame cadavérico.

Terezino dos Anjos e o filho da vítima deverão prestar ainda hoje depoimento na delegacia de Sena Madureira. O tiro acidental foi efetuado com uma espingarda calibre 28.

Rafael dos Anjos, a vítima, era pai de 10 filhos