Terceirização: César Messias dá declaração pedagógica e que ajuda trabalhador a pensar

Terceirização: César Messias dá declaração pedagógica e que ajuda trabalhador a pensar

 

Autor: J R Braña B.

Terceirização é a precarização/redução/extinção dos direitos sociais e isso não interessa em nada aos trabalhadores e assalariados.

Será o enterro definitivo dos benefícios  sociais da era Vargas.

Será o fim da CLT se a proposta de Terceirização (PL4330) passar, como querem, no Congresso.

Neste sábado o deputado federal César Messias, que foi duas vezes vice-governador do Acre na chapa do PT, foi sincero e declarou em alto e bom som.

-Sou a favor da Terceirização por convicção.

[Foi uma resposta ao ‘Até tu, César’, que publicamos aqui neste sítio quando saiu o resultado da votação no Congresso]

Sem querer, César Messias dá uma declaração que ajuda muito aos trabalhadores assalariados elevarem seu nível de consciência política.

A ‘convicção’ do deputado Cesar Messias é uma convicção de classe social.

De empresário.

De patrão.

De quem explora a força de trabalho de outrem.

E para a classe social de César não interessa que os trabalhadores ganhem mais do que migalhas pela sua força de trabalho.

Não é uma questão do deputado César ser ‘bonzinho’ ou ‘mauzinho.’

É por pertencer a uma classe, que exige dele essa conduta política, que ele concorda…por convicção.

A postura do deputado do PSB acreano é pedagógica para que os que não são da classe de Cesar, que é um empresário, entendam que não é coerente – nem consciente politicamente – trabalhador enviar para o Congresso quem não lhe representa.

Quem, na hora das votações importantes, vota contrário aos seus interesses.

No atual Congresso os deputados ligados aos sindicatos e aos trabalhadores praticamente desapareceram.

Mais de 200 deputados são empresários e é por isso que a Terceirização  ganhou de goleada nessa primeira fase.

Terceirização, deputado César Messias, é a consolidação do Trabalhador de Segunda Categoria no Brasil.

Direitos reduzidos, sem sindicatos e sem segurança social alguma.

Por sua convicção de classe não acredito que César possa mudar de posição nas futuras votações.

Quem tem que mudar são os trabalhadores na hora da eleição.

Parando de votar em quem vai defender somente os interesses de classe distinta da sua.
 

Post Scriptum (PS): acabei esse texto no finalzinho do 1º tempo do jogo FLU x Bota… Fred fazia 1 a 0… O FLU venceu o jogo e isso eu e o deputado não discordamos…No futebol, César Messias está do lado certo.

cesar messias pg20
Print da edição deste sábado do jornal Página20