Sena tem 1º caso de feminicídio julgado: homem condenado a 27 anos

charge

Do MP:

De acordo com o Mapa da Violência 2015, elaborado pela Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais (Flacso), o Acre ocupa a 5ª posição no ranking de comparação das taxas de homicídio contra a mulher nos estados brasileiros. No Acre, a cada mil mulheres, a taxa de assassinatos corresponde a 8,3. No ranking, o estado fica de atrás Alagoas, Goiás, Espírito Santo e Roraima, que ocupa o 1º lugar.

Nesse contexto, um crime bárbaro e com requintes de crueldade levou o Ministério Público do Estado do Acre (MPAC) a denunciar Célio da Silva Cunha, 32 anos, pelo assassinato da própria mulher, Ocineide da Silva Lima, com 23 facadas no município de Sena Madureira. O acusado foi levado a júri popular e condenado a 27 anos de reclusão em regime fechado. O crime ocorreu no dia 13 de maio de 2015.

“É a primeira vez que um autor de um crime de feminicídio é levado a julgamento e condenado em Sena Madureira….

(…)


PS
: raramente damos notícia de policia (tem muita que gosta disso e faz do mundo cão um meio de vida), porém, neste caso, é violência contra uma mulher e este blog estará sempre ao lado das mulheres e contra a violência – J R Braña B.