Aluízio Brandão…personagem do principado (in memoriam)

+1945-2017

Aluízio Brandão, técnico em eletrônica do principado de Sena foi um desses humanos que não se vão completamente…Seu legado fica para sempre.

Passou a vida trabalhando no conserto de aparelhos eletrônicos…foi o melhor de Sena Madureira no seu tempo.

Aluízio pouco saía de casa.

Vivia para o trabalho.

O conheci ainda menino…minha avó Diamatina foi vizinha dele…

Uma estoria engraçada que vivi quando menino, adolescente, que teve em Aluízio um dos protagonistas.

Os outros foram o (Victor) Hugo e o Simão, que tinha uma lojinha dentro do mercado central do município.

Alguns amigos meus do principado já conhecem o causo.

O próprio Cleyton, filho de Aluizio, já ouviu de mim.

Mas o que quero dizer é que Aluízio, sim, tem serviços prestados ao município de Sena nessas últimas cinco, seis décadas.

Morreu aos 72.

A cidade perde um patrimônio.

Como outros que ainda estão vivos no município, porém esquecidos.

Minha solidariedade ao Cleyton, meu amigo,  à dona Clícia e toda família neste momento que a gente não sabe o que dizer…

Vá em paz, Aluízio…!.

J R Braña B.

PS: passei o dia procurando nos arquivos do jornal impresso O ESTADO uma entrevista que fiz com Aluízio no seu mundo particular dos rádios. Me irritei..Não consegui encontrar nos seis volumes que tenho guardado como história (não havia internet ainda). Talvez tenha sido a única entrevista de Aluízio a um jornal…