Assinada ordem de 2,1 milhões para construção de galpões em Pólo de Sena

Saiu do papel o projeto de instalação do Pólo Moveleiro – e industrial  – de Sena Madureira. Na manhã desta segunda-feira, 24, foi assinada a ordem de serviço de R$ 2,1 milhões para a construção de 12 galpões que vão abrigar as empresas locais e de fora que pretendem se instalar numa área de 10ha (hectare).  

outrapoloO anúncio foi feito pelo secretário Edvaldo Magalhães (vídeo aqui) no local onde o pólo está sendo construído, na saída da BR-364, no sentido Sena-Manoel Urbano.

-O setor madeireiro estava desorganizado. Agora terá que se preocupar apenas com os seus serviços. O governo Tião Viana ajudou na legalização, está montando a  infraestrutura e vai apoiar nos projetos de manejo comunitário para que a madeira utilizada aqui tenha origem legal. Agora os marceneiros não terão mais que gastar energia com problemas externos ao seu serviço – declarou Edvaldo.

Além dos galpões, estufas e um escritório da secretaria de Ind e Com serão construídos na área destinada ao pólo. As obras  subterrâneas já estão em andamento no tocante ao serviço de instalação de manilhas para a drenagem da água. As ruas do pólo serão todas asfaltadas e o governo cederá em regime de concessão a área para cada empresa se instalar.

Crédito

Segundo o gerente do Banco da Amazônia, Edson de Sousa, o banco aceitará como garantia as áreas dos proprietários mesmo que sejam em regime de concessão.

-Eles poderão tomar financiamento para tocar suas empresas podendo dar como garantia a sua área do pólo – disse.

fotopoloPresente

O prefeito Nilson Areal  (veja vídeo aqui) classificou de ‘presente’’ do governo do Estado a assinatura da ordem de serviço nesta manhã.

-É um presente que a cidade ganha nesses seus 108 anos.  Isso é fruto da nossa parceria. Tá provado que sozinho ninguém faz nada – lembrou o prefeito.

‘Medo do carro branco’

A presidente da Associação dos Madeireiros, Nacione Passos, simplificou em três frases a fase difícil que o setor viveu no município.

-Agora ninguém fica mais com medo daquele carro branco (Ibama/Imac) que só vinha nos multar. Isso é uma revolução no setor. Hoje é um dia histórico – disse.

[Matéria completa na edição do SENA XXI, jornal impresso de Sena, do próximo final de semana]

 


Join the Conversation