Contra retaliações de tudo quanto é jeito servidores do Judiciário mantêm greve

Contra retaliações de tudo quanto é jeito servidores do Judiciário mantêm greve

Completando 35 dias em greve, os servidores do Tribunal de Justiça do Estado do Acre (TJ/AC) decidiram radicalizar e prometem iniciar uma greve de fome depois da Semana de Conciliação, caso não ocorram avanços nas negociações junto aos desembargadores.

judiciariogreve_pg_3_fotoNa manhã de quarta, depois de uma passeata pelo Centro da Cidade, a categoria tomou a escadaria do Palácio Rio Branco para protestar. Os servidores estavam segurando uma grande corrente (simulando estarem acorrentados) como forma de chamar atenção para as represálias que alguns funcionários estão sofrendo por parte do Tribunal de Justiça.

“A categoria estará em greve até que o Tribunal retire o limite fixado e estabeleça regras claras para a regulamentação da gratificação que será implementada”, destaca o presidente do Sindicato dos Servidores do Judiciário do Estado do Acre, Rangel Araújo.

O Plano de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR) é uma das principais pautas de luta da categoria, que está em greve desde o dia 5 de outubro.


Join the Conversation