Cidade do Povo terá internet pela Floresta Digital

Os primeiros moradores e instituições públicas da Cidade do Povo estão recebendo o sinal do programa Floresta Digital desde o último dia 23, quando uma torre de 42 metros de altura foi instalada no bairro com equipamentos de telecomunicação do Estado.

Com a ação, o governo assegura o acesso a serviços básicos, já que postos de saúde e delegacias da região, além das secretarias de Habitação (Sehab), Obras Públicas (Seop) e Desenvolvimento Social (Seds) estão conectados à internet e possuem ramais VoIP – telefonia gratuita.

Atualmente, o Floresta Digital possui 5,5 mil cadastrados sociais e 1,6 mil corporativos que acessam a rede simultaneamente todos os dias. Em outubro do ano passado, o programa ganhou um prêmio da revista “ARede” como referência no “serviço aos usuários e à comunidade”.

Já no início deste ano, a publicação “Planeta” destacou: “O Acre está mais presente no mundo virtual do que muitas áreas metropolitanas do país (…) assumiu a vanguarda da inclusão digital com criatividade, empurrão governamental e antenas improvisadas”.

Inclusive, a antena e o cadastro na Biblioteca Pública são os únicos pré-requisitos para a adesão. Com isso, a Diretoria de Tecnologia da Informação e Comunicação (Dtic) elaborou um manual para orientar sobre a instalação correta, que está disponível nowww.florestadigital.ac.gov.br.

“Agora, queremos instalar o programa de forma cabeada no Cidade do Povo. Assim, o governo poderá levar televisão, telefonia e ter um aparato de segurança e videomonitoramento totalmente integrado numa mesma estrutura”, revela o coordenador da Dtic, Carlos Rebello.

[agana]