Reunião Anual da SBPC na UFAC é marco histórico e só saiu porque no Acre o governo é do PT

Reunião Anual da SBPC na UFAC é marco histórico e só saiu porque no Acre o governo é do PT

sbpc foto
Fotos: UFAC

sbpc foto2

 

Nunca se reuniu num mesmo espaço no Acre tantas pessoas de mente tão privilegiadas como os doutores e cientistas que estão em Rio Branco para a 66ª reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência.

A Universidade Federal do Acre que – na minha opinião – viveu décadas e até pouco tempo de costas para a sociedade, parece que, enfim, desperta de seu longo sono e se apresenta para a realidade.

Coincidência ou não é na gestão do Reitor, Professor e Doutor Minoru Kinpara, dos antigos quadros do PT, que a nossa velha UFAC começa dar o seu salto de qualidade.

Que os cérebros invejados da SBPC que estão em Rio Branco não consigam pegar o avião de volta para casa sem antes deixarem aqui um pouco de suas experiências e conhecimentos tão fundamentais para a nossa Universidade.

Que a UFAC se convença de uma vez por todas que precisa ser uma Universidade!

O que significa isso mesmo?

Que a UFAC exista para ajudar a sociedade do Acre.

Não o contrário.

Post scriptum: Minoru põe definitivamente seu nome na história da UFAC.

Post scriptum 2: Tião Viana ainda senador levantou a possibilidade de realizar aqui na UFAC esse evento, que começou na terça, quase no final do seu primeiro mandato.

Post scriptum 3: Os candidatos da Oposição vão comparecer à UFAC ou a SBPC não dá voto para ninguém?



Sena Madureira

 

Sem justificativa esse bárbaro assassinato de uma servidora no Hospital João Câncio Fernandes.

Na noite passada já se sabia que um menor supostamente envolvido havia sido capturado pela polícia.

Não vou publicar a foto da vítima toda ensanguentada no chão.

Sensacionalismo não resolve nada.

Uma coisa boa: o povo foi às ruas pedir providências da justiça e do MP.

 
Post scriptum: na política suja do município os abutres sedentos aproveitavam a desgraça alheia para tirar proveito e faturar alguns votinhos.



Perpétua perde o pai

pai perpetua
Foto: Sérgio Vale – na convenção da FP, o pai de Perpétua foi levado até o palco

Morre em Cruzeiro do Sul Francisco Batista de Almeida.

Ele era pai da deputada Perpétua Almeida.

Chico Jararaca, como ficou conhecido, tinha 92 anos.

Foi soldado da borracha no então seringal Porto Walter, local onde nasceu.

Com a mãe de Perpétua (também já falecida) tiveram e criaram 15 filhos.



Terça-feira difícil…

 



Aécio quer um “abutre” na Fazenda? Não? Devia ler O Globo, então 

buitre

 

Autor – Fernando Brito
Tijolaço

Por todas as (altas) rodas comenta-se que Armínio Fraga, o homem das medidas impopulares, seria o Ministro da Fazenda de Aécio Neves.

Ainda bem que não será, porque o tucano não será eleito.

Mas, de qualquer forma, é bom que os brasileiros saibam nas garras de quem essa turma quer colocar a economia brasileira.

De alguém que, no mínimo, coopera com um banco internacional que especula com títulos públicos do nosso país.

Banco que opera um “fundo abutre”, semelhante as estes que, com a cooperação da Justiça dos Estados Unidos, está tentando quebrar a Argentina.

A acusação não é minha, ou de qualquer “blog sujo”.

É informação publicada pelo jornal O Globo no domingo, em seu caderno de economia.

“Grandes bancos estrangeiros como o Bank of America Merrill Lynch e Goldman Sachs também já operam nesse mercado, aqui, há algum tempo. Agora surgem mais competidores. A Gávea, criada pelo ex-presidente do Banco Central Arminio Fraga e hoje controlada pelo JP Morgan, juntou-se à Jus Finance para formar a Gávea Jus, especializada em comprar recebíveis judiciais, entre eles precatórios em que a Fazenda Pública foi condenada a pagar em dez anos.”

O esquema é simples e terrível. Comprar com deságio (desconto) forte sobre o valor e depois forçar o recebimento pelo valor de face, nem que seja levando o Estado à bancarrota, como na Argentina.

Pode-se argumentar que Fraga vendeu o controle da Gávea ao JP Morgan e não posso dizer se ainda conserva participação societária.

Mas participa da gestão da empresa, como está expressamente registrado no site da Gávea:

“Em novembro de 2010, a Gávea anunciou a venda de participação majoritária no seu capital para o J.P. Morgan Asset Management, braço global de gestão de recursos do J.P. Morgan Chase & Co. O processo de investimento que caracteriza a gestão de nossos fundos Multimercado e de Private Equity continua a ser conduzido por Arminio Fraga Neto, Luiz Henrique Fraga e equipes.”

O aeroporto do Aécio é vôo rasteiro.

O dos abutres é muito mais alto.


 

Lula na campanha de Dilma

 

Lula conta como seu governo fez para que a parte pobre da população chegasse à universidade

Assista: 3min29s


 

Por hoje, FIM